Comissão de Ética da Presidência recomenda que Dilma demita Lupi

Em decisão unânime, órgão diz que explicações dadas por ministro do Trabalho não são convincentes

iG São Paulo |

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu hoje (30) recomendar à presidenta  Dilma Rousseff  a exoneração de  Carlos Lupi (veja as últimas notícias sobre o ministro) do cargo de Ministro do Trabalho e Emprego. De acordo com o presidente da comissão, Sepúlveda Pertence, as explicações apresentadas pelo ministro sobre as denúncias de irregularidades no ministério não foram convincentes. 

AE
O ministro Carlos Lupi, durante audiência no Senado, no dia 17 de novembro

A "bala": Comissão de Ética da Presidência recomenda que Dilma demita Lupi

O presente: Dilma espera que Lupi peça demissão nesta quinta

O futuro: Ministro pede encontro com Dilma. A amigos, diz que só sai se for demitido

No iG primeiro:  Ministério do Trabalho entra em escândalo do Esporte

Resistência no cargo: Lupi tenta mostrar força no PDT para ficar no Trabalho

A decisão de fazer a recomendação e de aplicar uma advertência ao ministro, mais alta punição que cabe à comissão aplicar, foi tomada, de acordo com Pertence, de forma unânime pelos seis conselheiros que participaram hoje (30) da última reunião do ano. "A decisão já foi encaminhada à presidenta Dilma Rousseff, e ela foi unânime", disse.

De acordo com Sepúlveda Pertence, não houve um fato específico que motivou a decisão da comissão. "A história dos convênio irregulares firmados com pessoas de seu partido e a própria resposta apresentada pelo ministro ao juízo da comissão motivaram a decisão", disse.

(Com informações da Agência Brasil)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG