Michel Temer é reprovado por 70% dos brasileiros, segundo Datafolha

Apenas 6% dos entrevistados pelo instituto disseram avaliar governo como bom ou ótimo; índice de reprovação de Temer supera o de Dilma Rousseff
Foto: Lula Marques/Agência PT - 22.9.16
Rejeição do presidente Michel Temer supera a de Dilma Rousseff às vésperas do impeachment

Sete em cada dez brasileiros consideram o governo Michel Temer ruim ou péssimo, revelou nesta quarta-feira (31) o Instituto Datafolha . De acordo com a nova pesquisa, realizada entre os dias 29 e 30 deste mês, a reiejção do presidente permaneceu praticamente inalterada nos últimos dois meses. No levantamento anterior, divulgado no fim de novembro, Temer era avaliada como ruim ou péssimo por 71% dos eleitores.

Apenas 6% dos brasileiros consideram a gestão de Michel Temer boa ou ótima, dado que representa avanço tímido em relação ao índice de 5% registrado na pesquisa anterior . Vinte e dois por cento dos entrevistados pelo Datafolha disseram considerar o governo do emedebista regular.

O pior momento da avaliação de Temer foi registrado em setembro do ano passado, quando 73% dos brasileiros de todo o País reprovavam a gestão do presidente. Além de ser a pior marca pessoal de Temer, esse também se tornou o pior índice já registrado pelo Datafolha em todos os seus levantamentos. A antecessora do emedebista no cargo, Dilma Rousseff (PT), deixou a Presidência com 63% de reprovação às vésperas de seu impeachmet.

De acordo com o novo levantamento, a avaliação do governo Temer é pior entre as mulheres,  a população mais pobre e os brasileiros do Nordeste.

Leia também: Cristiane Brasil vai ao STF contra suspensão de posse em Ministério do Trabalho

Cenário eleitoral desfavorável

A má avaliação do presidente se reflete também no panorama eleitoral. Apenas 1% dos brasileiros entrevistados disseram que votariam em Temer em um eventual cenário de disputa com Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).

O Datafolha mostrou que, apesar de ter sido condenado em segunda instância na Lava Jato, o ex-presidente Lula ainda lidera a corrida eleitoral, com 37% das intenções de voto contra 16% de Jair Bolsonaro e 7% tanto para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), como para o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

A margem de erro da pesquisa sobre a rejeição ao governo Michel Temer é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%. O Datafolha entrevistou 2.826 pessoas em 174 cidades de todo o País.

Leia também: Relatório da PF pede quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico de Temer

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2018-01-31/michel-temer-reprovacao.html