Ex-presidente está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para acompanhar a transmissão da sessão que decidirá seu futuro; publicação foi feita durante a leitura do extenso voto do desembargador relator João Pedro Gebran Neto

Juiz Sérgio Moro condenou ex-presidente Lula por crimes de corrupção e lavagem no caso tríplex da Lava Jato
Lula Marques/Agência PT
Juiz Sérgio Moro condenou ex-presidente Lula por crimes de corrupção e lavagem no caso tríplex da Lava Jato

O ex-presidente Lula afirmou, nesta quarta-feira (24), que 'vai voltar e transformar esse País'. A declaração do petista ocorreu em meio à leitura do voto do primeiro desembargador da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal ( TRF-4 ), o relator João Pedro Gebran Neto, proferido no fim da manhã de hoje, no julgamento do recurso do caso em que o petista é réu.

Leia também: Relator diz que Lula foi "fiador" de esquema e indica voto pela condenação; siga

"A única coisa que eu tenho certeza é que só no dia em que eu morrer eu vou parar de lutar", escreveu o ex-presidente Lula em sua conta no Twitter. "Eles se preparem porque a gente vai voltar e vai transformar esse País", continuou.

As publicações do petista ocorrem em um momento em que sua condenação, sentenciada pelo juiz federal Sérgio Moro , começa a ter ares de confirmação em segunda instância. Isso porque, no momento em que Lula publicou suas palavras, o desembargador relator do caso já havia indeferido todas as alegações da defesa do ex-presidente.

Lula  foi condenado a cumprir 9 anos e 6 meses de prisão por crimes de corrupção e lavagem configurados na alegada reserva para si do tríplex 164-A do Condomínio Solaris, no Guarujá (SP). Conforme entendeu o juiz Moro na sentença proferida em julho do ano passado, a compra e reforma do imóvel foram oferecidas pela construtora OAS ao ex-presidente e representaram vantagem indevida no valor de R$ 2,4 milhões.

Lula acompanha o julgamento em sindicato no ABC

As mensagens do petista foram destinadas, em maior parte, aos seus apoiadores. Nelas, o ex-presidente aproveitou para agradecer os 'companheiros' que estão no ABC com ele, enquanto o petista acompanha o julgamento no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo.

Ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos, na região Metropolitana de São Paulo
Ricardo Stuckert/Divulgação/Twitter/Lula
Ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos, na região Metropolitana de São Paulo

"Esse sindicato, desde que foi fundado em 59, mudou a História desse País. Eu sei o que esse sindicato significa pra democracia", diz o ex-presidente.

Leia também: Julgamento pode impedir Lula de ser candidato? Entenda os possíveis cenários

"Se tem uma coisa que carrego na alma é que esse sindicato é responsável por tudo que eu fui na vida", publicou.

Consciência tranquila

Sobre o julgamento, o petista se ateve a dizer que está tranquilo e com 'a consciência limpa'.

"Estou extremamente tranquilo e tô com a consciência de que não cometi nenhum crime. A única coisa certa que pode acontecer é eles dizerem que o Moro errou", escreveu.

"Eu tenho muita disposição e o que está acontecendo comigo é muito pouco diante do que está acontecendo com milhões de brasileiros desempregados nesse País", garantiu o ex-presidente Lula.

Leia também: Pipoca, Power Point e Bob Esponja: julgamento de Lula inspira memes no Twitter

Entenda o caminho do caso tríplex



    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.