Diretório nacional do PT analisou conjuntura política; substituto de Vaccari será chancelado pelo diretório nacional

A executiva nacional do Partido dos Trabalhadores deve sacramentar apenas nesta sexta-feira (17) o nome do novo diretor financeiro e de planejamento que assumirá as funções de João Vaccari Neto.

A decisão foi comunicada nesta quinta-feira (16) pelo líder do partido na Câmara, deputado Sibá Machado (AC).

Entenda:

Prisão de Vaccari força PT a rever estratégia contra denúncias da Lava Jato
Sibá Machado diz que PT não está constrangido com prisão de Vaccari

"Nem discutimos esse tema (a sucessão de Vaccari). Fizemos uma análise da conjuntura política", disse à saída do encontro do partido realizado em São Paulo.

Para o deputado, a ofensiva contra o PT e seu tesoureiro tem um componente político. "Tudo isso nasce em primeiro lugar de uma disputa política. Nós ganhamos uma eleição, temos um líder nacional fortíssimo. Nosso partido tem presença em todo o Brasil e contribuiu para o crescimento e a superação da miséria em todo o País. Então, nessas oportunidades – e isso parte da própria oposição, que quer o atraso, quer manter o País de joelho para o capital internacional –, nós vamos à luta", disse.

Questionado se o PT está preparado para uma ofensiva pró impeachment da presidente Dilma Rousseff, Sibá Machado declarou que "a sociedade está com a palavra. Ninguém pede impeachment sem a sociedade."

Sibá Machado admitiu que o partido já esperava a prisão de João Vaccari Neto. "Já se comentava. Esse pedido estava na gaveta. O Vaccari teve todos os sigilos quebrados. Todos, indistintamente. Varreram a vida dele de A a Z. Tanto que eu já venho dizendo que considero essa prisão arbitrária e política."

Sibá Machado tambem colocou em xeque a parcialidade do juiz federal Sérgio Moro, que conduz as investigações da Operação Lava Jato. "Ele transbordou, foi autoritário. Estão rasgando a Constituição. Estao brincamdo com fogo."

Políticos que estão na lista da Operação Lava Jato:


    Leia tudo sobre: impeachment
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.