Reeleição de Dilma gera nova onda de preconceito nas redes sociais

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Mensagens de ódio a eleitores do PT e nordestinos pregam o separatismo e a intolerância

De um lado, memes brincam com a "choradeira" dos eleitores de Aécio Neves. Do outro, a brincadeira é bem mais pesada. Após a confirmação da vitória de Dilma Rousseff, inúmeros tweets, posts no Facebook e memes preconceituosos começaram a ser compartilhados nas redes. O alvo já é conhecido: nordestinos, eleitores do PT e até mesmo beneficiários do Bolsa Família, que são chamados de "vagabundos" e "preguiçosos".

Intolerância a nordestinos é recorrente nas redes sociais. Foto: ReproduçãoMeme ironiza o programa Bolsa Família, que tem mais filas do que uma agência de empregos. Foto: ReproduçãoVitória de Dilma Rousseff gera uma onda de tweets e memes contra eleitores do PT, nordestinos e beneficiários do Bolsa Família. Foto: ReproduçãoPost no Facebook ironiza o Nordeste, onde a rede social Orkut ainda existia, por conta do subdesenvolvimento. Foto: ReproduçãoMensagens de ódio podem ser denunciadas como crime de xenofobia. Foto: ReproduçãoAs mensagens são claras: todos eleitores do PT são burros e ignorantes. Foto: ReproduçãoVitória de Dilma Rousseff gera uma onda de tweets e memes contra eleitores do PT, nordestinos e beneficiários do Bolsa Família. Foto: ReproduçãoAté mesmo o separatismo está sendo proposto por aqueles que se declaram 'Anti-PT'. Foto: ReproduçãoVitória de Dilma Rousseff gera uma onda de tweets e memes contra eleitores do PT, nordestinos e beneficiários do Bolsa Família. Foto: ReproduçãoIntolerância também é recorrente na internet. Foto: ReproduçãoMontagem reforça o senso comum de que beneficiários do Bolsa Família não trabalham. Foto: Reprodução

Apesar da falsa ideia de anonimato e impunidade, o preconceito contra os nordestinos pode ser enquadrado no crime de xenofobia, que é a aversão a diferentes culturas e nacionalidades. É possível denunciar esse crime de ódio por meio de ferramentas online, como o site da SaferNet Brasil. Basta tirar um "printscreen" da tela e encaminhar para a organização.

"Deve ser denunciado qualquer material escrito ou imagens contendo idéias ou teorias que promovam o ódio, a discriminação ou violência contra qualquer indivíduo, baseado na raça, cor, religião, descendência ou origem étnica ou nacional", diz o institucional da SaferNet Brasil.

Leia tudo sobre: preconceitoxenofobiaredessociaisfacebooktwittermemesnordestinosPTDIlma Rousseff

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas