Alckmin amplia vantagem financeira sobre Skaf e arrecada 50% mais que adversário

Por Vitor Sorano - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Tucano, que tenta a reeleição em SP, já recebeu R$ 15,3 milhões; peemedebista soma cerca de R$ 10,3 milhões

Nas intenções de voto, Paulo Skaf (PMDB) pode estar se aproximando de Geraldo Alckmin (PSDB), o líder na disputa pelo governo de São Paulo. O mesmo não vale para o caixa de campanha: o tucano ampliou a vantagem contra o pemedebista em volume de doações, de 37% para 49%.

No início de agosto, quando as campanhas fizeram a primeira prestação de contas parcial desta eleição, Alckmin declarou ter recebido R$ 6 milhões. Naquela época, o governador tinha 50% das intenções de voto, segundo o Ibope. Skaf, com 11%, declarou R$ 4,4 milhões.

Eleições 2014: Acompanhe a cobertura completa

Desde então, o pemedebista, que é presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), viu suas intenções de voto subirem para 23%, enquanto Alckmin, governador do Estado em busca de reeleição, caiu para 43%.

Apesar disso, Alckmin recebeu R$ 9,3 milhões desde o início de agosto, ou 55% a mais do que havia obtido até então. Skaf arrecadou 33% a mais, ou R$ 5,9 milhões. No total, o caixa do tucano soma R$ 15,3 milhões, ante R$ 10,3 milhões do pemedebista.

Alckmin faz caminhada pela cidades do ABC paulista no final de semana (21/9). Foto: Twitter/Geraldo AlckminPadilha vesta camisa a favor de Dilma e anda de bicicleta ao lado de Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, na capital paulista (21/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPadilha faz campanha em feira na zona norte de São Paulo (21/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaSkaf visita o Hospital Geral de Vila Penteado Doutor Jose Pengella, na região norte de São Paulo (20/9). Foto: William Volcov/Skaf 15Paulo Skaf faz campanha em Santos fala em fazer ligação terrestre entre a cidade e a vizinha Guarujá, no litoral de São Paulo (19/9). Foto: Divulgação/SkafPadilha faz campanha em Birigui, no interior de São Paulo, e conhece fábrica de sapatos (18/9). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasAlckmin acompanha presidenciável Aécio Neves no VI Coletivo da Mulher Metalúrgica, em São Paulo (18/9). Foto: Emiliano Capozoli/Coligação Muda BrasilPadilha posa com crianças e adolescentes da Associação Capão Cidadão e Bloco do Beco, em Capão Redondo (18/9). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasAlckmin visita obras da Maternidade Santa Isabel, em Bauru, e faz pausa em padaria no caminho (17/9). Foto: Marcelo Ribeiro/ Alckmin 45Skaf visita projeto Fazenda Boa Esperança, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo (16/9). Foto: Divulgação/SkafPadilha visita visita a estação do monotrilho na Vila Prudente, em São Paulo (16/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaAlckmin visita obras do primeiro museu judaico da América Latina. Local vai funcionar onde existia uma sinagoga da década de 30 (16/9). Foto: Facebook/Geraldo AlckminAlckmin posa com bebê no colo em visita a Expoá (14/9). Foto: Facebook/Geraldo AlckminSkaf, que promete ampliar campanhas para estimular adoção de animais, visita projeto Adotei e posa ao lado da apresentadora Luisa Mell (14/9). Foto: Facebook/Paulo SkafPadilha faz campanha e caminhada com mulheres em São Paulo (13/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaAlexandre Padilha joga futebol durante visita à escola em caminhada em Araras, no interior de São Paulo (10/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaAlckmin toma cafezinho em dia de visita ao o Programa Detecta, sistema inteligente de monitoramento de crimes no estado de São Paulo (12/9). Foto: Alckmin 45Governador Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição visita a Etec Santa Ifigênia, em São Paulo (27/8). Foto: Alckmin 45Alckmin visita as obras da Linha 5 do Metrô e a Linha 17 do Monotrilho (19/9). Foto: Alckmin 45Paulo Skaf acompanha carreata em São Paulo (13/9). Foto: Ayrton Vignola/Skaf 15Carreata para Paulo Skaf nas ruas de São Paulo (13/9). Foto: Divulgação/SkafAlckmin acompanha o presidenciável Aécio Neves em café da manhã com operários da construção civil em São Paulo (28/8). Foto: Marcus Fernandes/Coligação Muda BrasilSorriso aberto de Alckmin na visita aofuturo Hospital Especializado em Trauma, em São Paulo (158/9). Foto: Marcelo Ribeiro/ Alckmin 45Paulo Skaf visita Conjunto Habitacional em Marília, no interior de São Paulo (10/9). Foto: Willian Volcov/Skaf 15Skaf encontra com militantes do rival pelo governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante dia de campanha no Mercado da Lapa (22/8). Foto: Ayrton Vignola/Skaf 15Skaf discursa e faz campanha em encontro ro PMDB em Jales, no interior de São Paulo (30/8). Foto: Ayrton Vignola/ Skaf 15Candidatos ao governo do Estados de São Paulo participam de debate na TV Band (23/8). Foto: Paulo Pinto/Fotos PúblicasPaulo Skaf toma café com eleitor no bairro Jardim Vera Cruz, em São Paulo (21/8). Foto: Ayrton Vignola/Skaf 15Padilha é abraçado por eleitores durante caminhada Heliópolis, na periferia de São Paulo (30/8). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaPadilha e Lula em evento do diretório nacional do PT, em São Paulo. Ex-presidente também faz campanha com o candidato ao governo paulista (5/9). Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula Geraldo Alckmin faz campanha para José Serra, candidato do PSDB ao Senado em São Paulo (6/9). Foto: Facebook/Geraldo AlckminPaulo Skaf encontra com família em Itaquera (7/9). Foto: Facebook/Paulo SkafSkaf conversa com crianças durante caminhada pela periferia em São Paulo (7/9). Foto: Facebook/Paulo SkafSkaf visita comunidade México 70, em São Vicente, litoral de São Paulo (5/9). Foto: Facebook/Paulo SkafOs candidatos Dilma Rousseff e Alexandre Padilha participam de encontro com mulheres. Foto: Paulo Pinto/ AnalíticaO candidato do PT ao governo paulista, Alexandre Padilha, e Lula fazem caminhada em São José dos Campos. Foto: Divulgação/PTDilma faz carreata ao lado de Padilha, candidato ao governo de São Paulo, pelas ruas de Osasco e aproveita para comer um cachorro-quente (9/8). Foto: Ichiro Guerra/PTDebate governadores SP para o SBT. Foto: ReproduçãoSkaf posa para fotos em caminhada em Sorocaba, interior de São Paulo (2/9). Foto: Facebook/Paulo SkafDebate governadores SP para o SBT. Foto: ReproduçãoSkaf come um pastel durante caminhada de campanha para o governo de São Paulo (13/8). Foto: Instagram/skafoficialAo lado de Geraldo Alckmin, Aécio Neves faz caminhada em Santos com direito a pausa para um pastel (2/9). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsGeraldo Alckmin faz caminhada em Santos e ganha beijo de eleitora (2/9). Foto: Facebook/Geraldo AlckminAo lado de Alckmin, Aécio Neves visita à Estação Vila Prudente, da Linha 15 Prata do monotrilho, em São Paulo (29/8). Foto: Ana Flavia Oliveira/iGDebate governadores SP para o SBT. Foto: ReproduçãoAlckmin conversa com imprensa e moradores durante caminhada em Botucatu (8/8). Foto: Sérgio Viana/ Notícias.BotucatuAlckmin acompanha missa em Pirapora do Bom Jesus, no interior de São Paulo (7/8). Foto: Twitter/@geraldoalckimin_Tucanos Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra fazem selfie na fábrica Wurth, em São Paulo (07/08). Foto: Divulgação/PSDBAlckmin, candidato ao governo de SP pelo PSDB visita Feira Tecnológica, em São Paulo, com Serra e Aécio Neves (27/6). Foto: Marcos Fernandes/ObritoNewsGeraldo Alckmin também faz pausa para um pastel em visita à Feira Tecnológica da Zona Leste paulistana (26/7). Foto:  Marcos Fernandes/ObritoNewsAlckmin recebe apoio da mulher e de Aécio Neves, candidato do partido à Presidência, durante convenção do PSDB (29/6). Foto: Reprodução/Twitter @geraldoalckmin_Governador e candidato à reeleição almoça em restaurante do programa Bom Prato em São Paulo (11/7). Foto: Reprodução/Facebook oficial Geraldo AlckminSkaf, presidente licendiado da Fiesp/Sesi, visita Escola Senai Suíço-Brasileira Paulo Ernesto Tolle, em Santo Amaro (13/8). Foto: Ayrton Vignola/ Skaf 15Skaf caminha pelo bairro Vera Cruz, na zonal sul de São Paulo, conversa com moradores e tira fotos do local (9/8). Foto: Ayrton Vignola/Skaf OficialAlexandre Padilha, candidato do PT ao governo de São Paulo, no primeiro programa eleitoral. Foto: ReproduçãoCandidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf, mostra celular durante sabatina no jornal o Estado de S.Paulo. Foto: Futura PressSkaf anda de trem durante caminhada de campanha pela zona leste de São Paulo (3/8). Foto: Facebook/Paulo SkafPaulo Skaf, candidato do PMDB, anda de metrô e faz campanha por mais transporte público em São Paulo (15/7). Foto: Facebook/Paulo SkafCandidato ainda posa para fotos com funcionários na estação Vila Madalena do metrô (15/7). Foto: Facebook/Paulo SkafPaulo Skaf se encontra com jovens do PMDB (22/6). Foto: Facebook/Paulo SkafPaulo Skaf durante convenção estadual do PMDB, em São Paulo. Foto: André Lucas Almeida/Futura PressSkaf foi referendado em votação de 599 delegados, sendo 596 votos a favor. Foto: André Lucas Almeida/Futura PressEx-ministro Alexandre Padilha foi ao IML nesta manhã, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/ iG São PauloComitiva do PT em carreata por Osasco. Na foto aparecem Dilma, Padilha, Marta e Eduardo Suplicy (9/8). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaDilma e Padilha, candidato ao governo de São Paulo, fazem encontro com juventude na capital paulista (11/8). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Na chuva, Padilha, candidato do PT ao governo, faz campanha pelas ruas de Franco da Rocha (24/7). Foto: Twitter/@PadilhandoAlexandre Padilha faz caminhada pelo centro de São Paulo para lançar sua candidatura ao governo. Lula marcou presença no evento (18/7). Foto: PAULO PINTOAlencar, deputado estadual do PT, e o senador Eduardo Suplicy também participaram da caminhada em São Paulo (18/7). Foto: Twitter/@Padilha13SPAlexandre Padilha é visto em convenção do PT que lançou sua candidatura ao governo de São Paulo. Foto: Futura Press

Os números foram adiantados ao iG pelas equipes de campanha dos dois candidatos, e tiveram de ser declarados até esta terça-feira (2) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que fará a divulgação oficial no sábado (6).

Padrinho: Com Fleury na equipe, Skaf é o escolhido pela indústria da bala para receber doação

A equipe de Alexandre Padilha (PT), que tem 7% das intenções de voto, não respondeu aos contatos da reportagem. O desempenho do ex-ministro da Saúde tem dificultado a arrecadação de recursos: na primeira prestação de contas parcial, no início de agosto, o candidato declarou ter recebido R$ 188 mil, ante R$ 2,3 milhões recebidos por Aloizo Mercadante, a opção petista em 2010, no mesmo período.

Arrecadações caem em relação a 2010

Na comparação com quatro anos atrás, o cenário de arrecadação está pior também para os dois candidatos melhor posicionados.

Até setembro de 2010 o comitê financeiro da candidatura de Alckmin ao governo do Estado havia conseguido juntar R$ 22 milhões, em valores atualizados, ou 43,8% a mais do que os R$ 15,3 milhões deste ano.

Semelhança: Alckmin, Padilha e Skaf são contra uso de máscaras em protestos

Skaf, que em 2014 tem recebido as doações quase que exclusivamente pela conta do candidato - e não via comitê financeiro, como Alckmin - também viu os recursos minguarem. Em setembro de 2010, o pemedebista somava na conta da candidatura R$ 12,9 milhões, ou 25% a mais que os R$ 10,3 milhões deste ano.

O cenário ocorreu apesar de, em 2010, Skaf ter uma posição bem mais tímida nas pesquisas eleitorais. Segundo o Datafolha, em agosto daquele ano, o candidato tinha 2% das inteções de voto.

Limites de gastos sobem em relação a 2010

Apesar das dificuldades, todos os candidatos elevaram o teto de gastos informado ao TSE. Em 2010, o PT estimava investir até R$ 25,7 milhões para eleger Mercadante. Neste ano, o teto subiu para R$ 92 milhões, ou 57% a mais.

Paulo Skaf, que detém o maior limite de 2014 – R$ 95 milhões – havia previsto gastar R$ 63,6 milhões em 2010, quando concorreu pelo Partido Socialita Brasileiro(PSB), uma diferença de 49%. Alckmin prevê gastar até R$ 90 milhões, 22% a mais que os R$ 74 milhões de 2010.


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas