Aécio e Marina convergem na economia

Por Vitor Sorano - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Candidatos oposicionistas assemelham-se no compromisso com tripé e devem adotar mesma conduta na política industrial

A economia é o eixo da eleição presidencial de 2014, e as duas principais candidaturas de oposição, Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), têm girado em torno dele mais ou menos da mesma forma.

Na macroeconomia, as duas candidaturas e também a da presidente Dilma Rouseff (PT) se mostram comprometidas com manter o sistema de metas de inflação, conter gastos, e manter o câmbio livre – conjunto conhecido como tripé econômico.

Eleições 2014: Acompanhe a cobertura completa

Reprodução
Os candidatos à Presidência Aécio Neves, Dilma Rousseff e Marina Silva

Aécio e Marina, entretanto, têm se apresentado como mais fiéis a esses três princípios. O tucano é o único a ter inscrito o tripé em suas propostas de governo entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Marina não o fez, mas, assim que sua candidatura foi oficializada pelo PSB na quarta-feira (20), o coordenador-adjunto da campanha, Walter Feldman, disse que "o compromisso dela é o tripé", no qual "não se deve mexer".

As duas candidaturas de oposição também se comprometem a reduzir a meta de inflação. A proposta de Aécio prevê uma diminuição para 2% dos atuais 4,5%. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Neca Setúbal – coordenadora do programa de governo de Marina –, previu fixar a meta em 3% até 2019.

Marina: Autonomia do BC é 'fundamental' para 'segurança' da política econômica

Aécio e Marina também têm reforçado o apoio à autonomia do Banco Central – Marina, inclusive, está comprometida em garanti-la formalmente, por meio de lei, segundo Setúbal.

O documento apresentado por Dilma ao TSE, além de não prever redução da meta, indica uma flexiblidade maior em relação ao tripé econômico. A política macroeconômica do PT e dos aliados, diz o texto, é baseada numa taxa de câmbio flexível, mas "compatível com as condições estruturais do País", inflação "baixa e estável" e "rigor da gestão fiscal".

O discurso está em linha com a forma de atuação do governo. Desde agosto de 2013, o Banco Central vendeu US$ 66,2 bilhões para segurar o câmbio; a inflação, ao longo de todo o governo Dilma, esteve mais próxima do teto do que do centro da meta (veja tabela); e o superávit primário tem caído.

Perto do teto
AnoTeto da meta de inflação (em %)Inflação (em %)Distancia para o teto da meta
200575,69-1,31
20066,53,14-3,36
20076,54,46-2,04
20086,55,9-0,6
20096,54,31-2,19
20106,55,91-0,59
20116,56,50
20126,55,84-0,66
20136,55,91-0,59


Ajuste une os três candidatos, mas principalmente os oposicionistas

Presidente da Associação Keynesiana Brasileira (AKB) e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Luiz Fernando de Paula vê a proximidade entre os dois oposicionistas expressas nos nomes de seus principais conselheiros econômicos.

"Eduardo Gianetti [colaborador da campanha de Marina] e André Lara Resende têm o discurso do liberal moderno, com uma nova roupagem, mas que no fundo é muito parecido com a ortodoxia conservadora defendida pelo Aécio e seus assessores", afirma de Paula ao iG

Equipe: Quem são os principais conselheiros de Dilma, Marina e Aécio nas eleições

Para o economista, tanto Aécio quanto Marina buscarão fazer uma política "bastante pró-mercado", sendo o tucano o candidato natural do mercado financeiro.

André Perfeito, economista-chefe da Gradual Investimentos, avalia que o candidato do PSDB é o que mais respeita o tripé econômico – embora acredite que essa política está comprometida pois, desde 2008, "o mundo mandou às favas o bom modo monetarista". Marina, por outro lado, é uma incógnita em sua opinião.

"O pessoal anda falando de André Lara Resende [um dos formuladores do Plano Real], que é parecido com o PSDB", diz Perfeito. "Agora, ser próximo ou não... a não ser que a Marina terceirize o Ministério da Fazenda, ela vai fazer do jeito dela, e isso é uma caixa preta. Ela é mais radical. Você a imagina cortando gasto público?", questiona.

Veja imagens de campanha dos candidatos à Presidência:

Ao lado do governador do Paraná e candidato à reeleição no Paraná, Beto Richa, Aécio Neves faz campanha em São José dos Pinhais (26/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilMarina Silva acompanha apresentação de capoeira na a CUFA (Central Única de Favelas), no Rio (25/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDilma Rousseff (PT) faz campanha em Feira de Santana, na Bahia (25/09). Foto: Divulgação/PTAécio Neves vira gaúcho em dia de campanha Caxias do Sul ao lada senadora Ana Amélia, candidata ao governo do Rio Grande do Sul pelo PP (25/9). Foto: Marcos Fernandes/ Coligação Muda BrasilAo lado da candidata do PP ao governo do Rio Grande do Sul, Ana Amélia, Aécio Neves durante coletiva de imprensa em Porto Alegre (25/09). Foto: Divulgação/PSDBMarina Silva faz selfie depois de agenda de campanha em Porto Alegre (24/9). Foto: Vagner Campos / MSILVA OnlineMarina Silva participa de debate sobre banda larga com representantes do “Movimento Banda Larga é um direito seu”, em São Paulo (22/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDilma Rousseff,  candidata à reeleição  pelo PT, durante dia de campanha em Ribeirão das Neves, em Minas Gerais (22/9). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Ao lado de Giovane, do vôlei, e outros candidatos, Aécio faz carreata em Betim (MG) (22/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAécio veste chapéu e ganha imagem de Padre Cícero durante visita a Feira de São Cristóvão, que reúne tradições nordestinas, no Rio de Janeiro (21/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilMarina cumpre agenda em Manaus e visita reserva Florestal Adolpho Ducke, na Zona Norte da cidade (21/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDilma Rousseff faz campanha em São Paulo ao lado dos petistas Alexandre Padilha, candidato ao governo, e Eduardo Suplicy, candidato ao Senado (20/9). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaAécio Neves participa do VI Coletivo da Mulher Metalúrgica, em São Paulo (19/9). Foto: Emiliano Capozoli/Coligação Muda BrasilAo lado de Paulo Souto, candidato ao governo na Bahia pelo PSDB, Aécio Neves faz corpo a corpo com eleitores em Itabuna (18/9). Foto: Valter Pontes/CoperphotoAtor Marcos Palmeira e cantor Gilberto Gil ao lado de Marina Silva em encontro com artistas na escola de cinema Darcy Ribeiro, no Rio (17/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineAtor Marcos Nanini também demonstra apoio à Marina Silva em evento com artistas no Rio de Janeiro (17/9). Foto: Vagner Campos / MSILVAOtávio Muller é mais um ator da Globo no encontro da candidata do PSB com artistas na escola de cinema Darcy Ribeiro, no Rio (17/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDilma posa para fotos durante campanha em Campinas, em São Paulo (17/9). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma tem dia de campanha em Campinas, interior de São Paulo, com carreata e encontro com intelectuais (17/9). Foto: Ichiro Guerra/PTCandidato do PSDB à Presidência participa do encontro 'Todas com Aécio', em São Paulo (17/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff participam de debate na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, na cidade paulista de Aparecida (16/09). Foto: DIVULGAção/PSBEncontro de artistas com Dilma Rousseff no Rio de Janeiro (15/9). Foto: Tasso Marcelo/Fotos PúblicasDilma Rousseff recebe o apoio da cantora Alcione em encontro com artistas, no Rio de Janeiro (15/9). Foto: Tasso Marcelo/Fotos PúblicasMarina Silva fala com representantes do setor cultural e recebe apoio do cantor Gilberto Gil (15/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDinho Ouro Preto, vocalista da banca de rock Capital Inicial, faz selfie com Marina Silva em evento em São Paulo (15/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineDilma vai ao lançamento do Livro “Um país chamado favela”, no Rio de Janeiro, e arrisca passos de funk com membros da comunidade (15/9). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Ao lado de Ronaldo, Aécio Neves dança no lançamento do livro 'Um país chamado favela', em Madureira, no Rio de Janeiro (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilRonaldo e Aécio posam com eleitores na praia no Rio de Janeiro (14/9). Foto: Igo Estrela/Coligação Muda BrasilRonaldo ainda posta em seu Instagram uma foto com toda a família ao lado de Aécio. 'Em família. #somostodosAécio', escreve na legenda (14/9). Foto: Reprodução/InstagramMarina recebe carinho de seu vice Beto Albuquerque durante discurso em Ceilândia, no Distrito Federal (14/9). Foto: Vagner Campos/MSilva onlineMarina Silva faz discurso em João Pessoa, na Paraíba (14/9). Foto: Leo Cabral / PSBCelular prontos para registrar discurso de Marina Silva em Teresina, no Piauí (13/9). Foto: Leo Cabral/PSBDilma tem encontro com juventude em Belo Horizonte, Minas Gerais (13/9). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Dilma Rousseff sai em carreata em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, ao lado de Lindgerb Farias, candidato ao governo do estado pelo PT (12/9). Foto: Tasso Marcelo/Fotos PúblicasDilma é entrevistada pela RedeTV/iG no Palácio da Alvorada, em Brasília (11/09). Foto: Ichiro Guerra/Dilma 13Cartazes para Dilma Rousseff são exibidos durante comício em Belém, no Pará (10/9). Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaLula participa de comício de Dilma Rousseff em Belém, no Pará (10/9). Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaAécio Neves, presidenciável pelo PSDB, participa de um encontro com a juventude em Belo Horizonte (MG) (11/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilAécio faz carreata ao lado do candidato a governador, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado, Antônio Anastasia, em Montes Claros (MG) (11/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilMarina Silva, candidata do PSB à Presidência, visita o Projeto Casa de Isabel, zona leste de São Paulo (11/09). Foto: Leo Cabral/ MSILVA OnlineMarina Silva chega para campanha nas ruas de Betim, em Minas Gerais (9/9). Foto: Leo Cabral/ MSILVA OnlineDilma posa para foto com estudantes durante cerimônia de lançamento da 2ª etapa do CsF. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR Dilma Rousseff fala com jornalistas nesta quarta-feira (10), em Brasília . Foto: Divulgação/PTPresidenciável Marina Silva (PSB) visita entidade filantrópica na zona leste, em São Paulo (10/09). Foto: DIVULGAção/PSBMarina Silva sorri durante compromisso de campanha em Belo Horizonte (9/9). Foto: Leo Cabral/ MSILVA OnlineAécio Neves (PSDB) faz campanha em Goiânia com o candidato tucano à reeleição pelo governo de Goiás, Marconi Perillo (09/09). Foto: Divulgação/PSDBMarina Siva (8/9). Foto: Wanderley Preite/iGCandidata participa do lançamento da casa de Beto e Marina m Guarulhos (SP), um dos comitês de campanha (5/9). Foto: DivulgaçãoMarina Silva faz campanha em Vitória da Conquista, na Bahia (7/9). Foto: DivulgaçãoPresidenciável Aécio Neves (PSDB) faz campanha nas ruas de Belém, no Pará (08/09). Foto: Divulgação/PSDBDepois do desfile de 7 de setembro, Dilma se reúne com juventude no Palácio da Alvorada (7/9). Foto: Ichiro Guerra/ Dilma 13Lula coloca chapéu em Dilma durante comício no Recife (4/9). Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaAo lado do candidato à releição pelo RS, Tarso Genro (PT), Dilma Rousseff Dilma Rousseff visita à 37ª EXPOINTER (05/09). Foto: Divulgação/PTAo lado do ex-presidente Lula, a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) participou de carreata em São Bernardo do Campo, em São Paulo (02/09). Foto: Divulgação/PTAécio Neves participa de ato político em Marabá, no Pará (8/9). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio ganha adesivo de campanha de Ana Amélia, candidata do PP ao governo do Rio Grande do Sul (5/9). Foto: Marcos Fernandes/Coligação Muda BrasilOs candidatos à Presidência da República, durante o debate realizado pelo SBT (01/09). Foto: Alice Vergueiro / Futura PressAécio Neves joga futebol no evento "Futebol entre Amigos" promovido pelo ex-jogador Zico, no Rio de Janeiro (31/8). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilAécio toma café da manhã com operários em São Paulo (28/8). Foto: Marcus Fernandes/Coligação Muda BrasilAo lado de Alckmin, Aécio Neves visita à Estação Vila Prudente, da Linha 15 Prata do monotrilho, em São Paulo (29/8). Foto: Ana Flavia Oliveira/iGDebate da TV Band é o primeiro encontro entre os concorrentes à Presidência da República (26/8). Foto: Marcos Bezerra/Futura PressMarina posa para fotos ao lado de eleitores no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo (25/8). Foto: DIVULGAção/PSBAécio visita o abrigo Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e dança com uma das moradoras do local (24/8). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsAécio e ACM Neto, prefeito de Salvador, fazem parada em igreja durante campanha na capital da Bahia (23/8). Foto: Igo Estrela/PSDBDilma Rousseff, candidata à releição pelo PT, faz viagem de trem em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul (22/08). Foto: Divulgação/PTCandidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff visita vistoria obras da transposição do Rio São Francisco com ex-presidente Lula (21/08). Foto: Divulgação/PTDilma Rousseff aparece cozinhando na primeira semana de horário eleitoral (19/8). Foto: ReproduçãoBeto Albuquerque, Roberto Amaral, Marina Silva e  Rodrigo Rollemberg no lançamento oficial da nova chapa presidencial do PSB,em Brasília (20/08). Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaAécio Neves (PSDB) visita Unidade da Polícia Pacificadora (UPP) da Comunidade de Santa Marta,no Rio de Janeiro (18/08). Foto: Divulgação/PSDBDilma Rousseff cumprimenta Marina Silva, que era candidata à vice na chapa de Eduardo Campos (17/8). Foto: Ricardo Moraes/ReutersComitiva do PT em carreata por Osasco. Na foto aparecem Dilma, Padilha, Marta e Eduardo Suplicy (9/8). Foto: Paulo Pinto/AnaliticaDilma almoça na Usina de Belo Monte (5/8). Foto: Ichiro Guerra/Fotos PúblicasA presidente Dilma Rousseff e o governador paulista Geraldo Alckmin participaram da inauguração do Templo de Salomão nesta quinta (31), em SP . Foto: Divulgação/Igreja Universal Dilma cumprimenta baiana em convenção do PT em Salvador (27/6). Foto: Heinrich Aikawa/Instituto LulaAécio Neves e a mulher, Leticia Weber, deixam hospital com o pequeno Bernardo no colo, no Rio de Janeiro (10/8). Foto: Reprodução/InstagramAécio Neves, presidenciável do PSDB, joga sinuca com eleitores na cidade de Botucatu, em São Paulo (08/07). Foto: Divulgação/PSDBTucanos Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra fazem selfie na fábrica Wurth, em São Paulo (07/08). Foto: Divulgação/PSDBAécio Neves dança com Ana Amélia, candidata do PP ao ao governo do Rio Grande do Sul em encontro em Porto Alegre (2/8). Foto: Igo Estrela/ObritoNewsGeraldo Alckmin (PSDB), candidato ao governo de SP, e o presidenciável Aécio Neves na Feira Tecnológica da Zona Leste paulistana (26/07). Foto:  Marcos Fernandes/ObritoNewsAécio Neves  visita a Vigário Geral, no Rio de Janeiro (RJ), e toca com AfroReagge (25/7). Foto: Orlando Brito/Coligação Muda BrasilCandidato faz uma oração no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Ceará (20/7). Foto: Igo Estrela/PSDBPastor Everaldo, candidato do PSC à Presidência (22/7). Foto: Divulgação/PSCPastor Everaldo participa de caminhada em Osasco e dá entrevistas para jornal local (23/7). Foto: Facebook/Pastor EveraldoCandidato do PSC à Presidência participa da Missão Carismática Brasileira (21/7). Foto: Facebook/Pastor EveraldoCandidata à presidente Luciana Genro (PSOL) grava programa eleitoral em Porto Alegre (22/7). Foto: Divulgação/PSOLLuciana Genro caminha por Santo André, região do Grande ABC de São Paulo (19/7). Foto: Facebook/Luciana GenroZé Maria, representante do PSTU na disputada pela Presidência, em agenda de campanha em Curitiba (22/7). Foto: Divulgação/PSTUEduardo Jorge, representante do PV, registra candidatura à Presidência no TSE (3/7). Foto: Divulgação/PVEymael é o candidato à Presidência da República pelo PSDC (29/6). Foto: PSDC Levy Fidelix, candidato à Presidência pelo PRTB, deve começar campanhas nas ruas em agosto. Foto: Facebook/Levy FidelixEduardo Campos era candidato e morreu em acidente aéreo em Santos no dia 13. Ele comemorou aniversário durante campanha em Alagoas (8/8). Foto: PSB

Um eventual segundo governo Dilma na área macroeconômica não será tão diferente de uma estreia de Aécio ou de Marina, avaliam os dois economistas, ao menos a princípio. Perfeito aponta que a petista sentiu o golpe da perda de credibilidade do governo em razão das opções que tomou, sobretudo na gestão das contas públicas, e "tende a fazer algumas correções de curso". 

Para o professor da Uerj, essa correção significará a submissão a um ajuste fiscal.

"A tendência de todos será no início do governo fazer um ajuste fiscal, mas possivelmente será maior nos governos Aécio e Marina, até mesmo em função do objetivo de priorizar uma desinflação de modo mais rápido", diz De Paula. " A política macro [de Dilma] será um pouco mais “market-friendly”, com um aumento inicial no superávit primário (mas não significativo) e uma politica gradual de convergência para a meta de inflação (4,5%)."

Dilma, afirma De Paula, não chutaria o tripé. "A diferença, nesse caso, estará na dosagem e não no remédio."

Divergência na agropecuária, convergência na indústria

Para além do sinal de maior compromisso com o tripé econômico, Aécio e Marina também têm outras similaridades, aponta Otto Nogami, professor do Insper Instituto de Ensino e Pesquisa.

"Você consegue observar uma semelhança muito grande em termos de preocupações básicas que têm sido discutidas ao longo dos últimos 12 anos: infraestrutura, competitividade, inovação, ênfase em pesquisa e desenvolvimento", afirma o professor.

Há outras coincidências nos programas entregues ao TSE: Aécio e Marina prometem promover desenvolvimento regional e arranjos produtivos locais como forma de reduzir as desigualdades entre as diferentes áreas do País. O empreendedorismo, sobretudo na forma de micros e pequenos negócios, é apresentado como meio de garantir trabalho e renda. 

Uma divergência importante surge na agropecuária. O programa socialista fala em reforma agrária, tema ignorado pelo tucano, que pretende esvaziar o poder da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTN-Bio), responsável por autorizar, por exemplo, a utilização de transgênicos.

Nogami, do Insper, ressalta também a maior valorização de fontes de energia limpa por parte da candidatura de Marina, embora isso também esteja presente no programa de Aécio.

"Não que fique claro, mas começa[-se] a deduzir que essa preocupação [de Marina] em relação à competitividade, política industrial e capacidade de ampliar a produção e a infraestrutura colide um pouco com as questões ambientais", diz o professor. "Então, surge aquela dúvida: como vão conseguir contemporizar esses dois aspectos?"

Menos ativismo e mais reformas

Marina e Aécio também tendem a fazer um governo menos "ativista", no sentido de dar mais estabilidade à regulação do mercado como forma de criar um ambiente mais favorável ao investimento privado, avalia Luiz Fernando de Paula, da Uerj.

Família: Aos 23 anos, filha de Aécio Neves estreia na política mas ainda evita holofotes

A mesma postura menos interventora deve ser esperada na política industrial – na qual, acredita o economista, Dilma também deve baixar o tom, reduzindo o papel do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Um eventual governo Aécio se distanciaria das duas candidaturas principalmente no que toca a reformas como a previdenciária, a tributária e a trabalhista, aposta o economista da Uerj.

"Ele se propõe a ser um governo que mais tentará implantar um novo modelo econômico para o País, com maior abertura comercial, redução do papel do Estado na economia, etc."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas