Políticos lamentam a morte de Eduardo Campos

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Presidenciáveis Dilma e Aécio, vice-presidente Temer e Lula estão entre os políticos que comentaram a morte do candidato

Candidato do PSB à Presidência, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, 49, morreu nesta quarta-feira (13) na queda de um avião particular em Santos, litoral de São Paulo. Candidatos e outros políticos lamentaram a tragédia. Leia alguns depoimentos:

Dilma Rousseff (PT), presidente e candidata à reeleição - "Brasil inteiro está de luto. Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro"

Aécio Neves (PSDB), ex-governador de Minas e candidato à Presidência - "O Brasil perde um dos seus mais talentosos políticos, que sempre lutou com idealismo por aquilo em que acreditava. A perda é irreparável e incompreensível"

Michel Temer (PMDB), vice-presidente do Brasil - “Eduardo Campos era um político de princípios e valores herdados de sua família e levados com dignidade e honra por toda sua trajetória no Parlamento e no Executivo"

Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo e candidato à reeleição - “O Brasil perde uma liderança jovem, promissora, que teria tudo para contribuir para o País. Eu perco um amigo"

Alexandre Padilha (PT), ex-ministro da Saúde e candidato ao governo de São Paulo: "A morte de Eduardo é uma tragédia em todos os aspectos, para a família, amigos e para o país, que perde um político sério e comprometido com seus princípios. E é um enorme baque para os políticos da minha geração"

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-presidente do Brasil - "Como todos os brasileiros, estou profundamente entristecido com a trágica morte de Eduardo Campos. Um grande amigo e companheiro"

Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ex-presidente do Brasil - "Diante dos fatos que arrancaram a vida de Eduardo Campos, de alguns de seus colaboradores e dos pilotos, minha primeira reação é simplesmente emocional: que tragédia"

Roberto Amaral (PSB), vice-presidente do partido - "Não é só Pernambuco e sua gente que perdem seu líder; não é só o PSB que perde seu líder. É o Brasil que perde um jovem e promissor estadista"

Marta Suplicy (PT), ministra da Cultura - “Muito triste com o falecimento de Eduardo Campos! Meu profundo sentimento à Renata e filhos”

Luciana Genro (PSOL), candidata à Presidência - “Confirmação da morte de Eduardo Campos é uma tragédia terrível! Minha solidariedade a familia e amigos. Esta eleição se transformou em luto!”

Dilma Rousseff e Eduardo Campos durante vistoria às obras do lote 13 e do canal de aproximação do Rio São Francisco. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR Reunião com Campos e Fernando Coelho. Foto: Palácio do PlanaltoDilma Rousseff, Lula e Eduardo Campos, durante a campanha de 2012. Foto: DivulgaçãoCampos rompeu com o governo neste ano e foi oficializado candidato do PSB à Presidência em junho (28/6). Foto: Humberto PraderaEduardo Campo e Marina Silva registram candidatura à Presidência (3/7). Ele deixou o governo de Pernambuco em abril deste ano. Foto: Reprodução/Facebook oficial PSBMaterial de campanha de Eduardo Campos, candidato à Presidência. Marina Silva era a vice em sua chapa. Foto: Ueslei Marcelino/ReutersCampos comemora aniversário de 49 anos durante caminhada de campanha em Arapiraca- AL.   (8/8/2014). Foto: PSBEduardo Campos foi eleito governador de Pernambuco em 2006 e reeleito em 2010. Foto: Ana Carolina Dias, iG PernambucoO governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, veio a São Paulo para encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto LulaEduardo Campos postou uma imagem ao lado do pai, Maximiano Campos, no dia dos pais. Foto: Facebook/Eduardo CamposEduardo Campos e a família durante missa. Ele deixa mulher e cinco filhos  (10/8). Foto: Facebook/Eduardo CamposEduardo postou na sua página no Facebook uma foto no nascimento de seu filho. Miguel nasceu com síndrome de down (29/1/2014). Foto: Facebook/Eduardo CamposEduardo Campos ao lado da família. Foto: ReproduçãoAo lado de Lula, Campos e a família velam o corpo de Miguel Arraes, avô do político, em Recife (14/8/2005). Foto: Ricardo Stuckert/PRCampos comemora com governadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP) e com Lula a escolha do Brasil como sede da Copa (Zurique - 30/7/2007). Foto: Ricardo Stuckert/PRLula cumprimenta Eduardo Campos, que assume como ministro de Ciências e Tecnologia (23/1/2014). Foto: Ricardo Stuckert/PRCampos foi aliado de Lula durante seu governo e seguiu ao lado do PT até meados de 2013. Foto: Ricardo Stuckert/PREduardo Campos, ministro de Ciências e Tecnologia (2004), conversa com José Dirceu, ministro da Casa Civil na época. Foto: José Cruz/ABr Eduardo Campos, presidente do PSB e governador de Pernambuco (2006-2010), acompanha discurso do ministro da Educação Aloizio Mercadante. Foto: Antonio Cruz/ABrLula, na época Presidente, recebe governadores, entre eles Eduardo Campos, que comandou Pernambuco de 2006 a 2014. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

Luiza Erundina (PSB), candidata ao cargo de Deputada Federal por SP, ao iG - "Não é uma perda só para o PSB, mas para a política brsaileira. Era uma liderança que estava emergindo no cenário político nacional. [Estamos] preocupados om seus familiares, ele tem filho pequeno. É uma tragédia que nos deixa realmente perplexos, buscando uma explicação e não achando, procurando ver como é que a gente atravessa esse momento tão duro para todos nós"

Paulo Maluf (PP), candidato ao cargo de Deputado Federal por SP - “Meu amigo,neto de meu amigo e um jovem de valor que deixa um vazio enorme. Eduardo Campos que você nos dê força para encarar esta tragédia”

Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD - "Eduardo deixa o exemplo de correção, de caráter e sensibilidade que o Brasil não esquecerá. Meus sentimentos à sua mulher, à sua família e aos pernambucanos que tiveram a oportunidade a honra de tê-lo como deputado, secretário de estado e governador. Um homem público vencedor, que pensava sempre em ajudar as pessoas"

Eduardo Jorge (PV), candidato à Presidência- “A campanha presidencial do PV está suspe​n​sa para os próximos dias. Esta perda é muito triste para o país. Eduardo Campos era uma liderança muito jovem e muito importante para o Brasil. Toda minha solidariedade à família”

Cesar Maia (DEM-RJ), candidato ao Senado, no Twitter: "Triste e inacreditável. Candidato Eduardo Campos estava em avião que caiu em Santos"

Tarso Genro (PT), governador do Rio Grande do Sul - “De qualquer forma, seja qual for o resultado, é uma tragédia humana e um grave problema para o processo político brasileiro. Todo mundo sabe que o Eduardo Campos é uma pessoa com muita representatividade e uma postura republicana muito respeitável. Então tem duas dimensões, seja qual for o resultado, é uma tragédia humana e uma tragédia política. Minha agenda está cancelada e retorno a Porto Alegre”

Ana Amélia Lemos (PP), candidata ao governo do RS, no Twitter - "A morte de Eduardo Campos é uma tragédia para todos nós. A política brasileira perde um grande homem!"

Manuela D'Ávila (PCdoB), deputada federal pelo RS, no Twitter - "Simplesmente não tenho o que dizer. É triste demais a notícia da morte de Eduardo Campos"

Alexandre Padilha (PT), candidato a Governador de SP - “Solidariedade à Renata, ao pequeno Miguel, a todos os filhos e a toda família. Acabo de ter a confirmação de que estavam em Recife

Mario Covas Neto (PSDB), vereador em SP - “Independente das convicções partidárias, lamento profundamente a morte de @eduardocampos40. Minha solidariedade a toda sua família”

Fernando Collor de Mello (PTB), candidato ao Senado - “Chocado, lamento profundamente essa tragédia que vitimou o Eduardo Campos. Meus sentimentos à família e ao povo de Pernambuco”

Paulo Souto (DEM), candidato ao Governo da Bahia - “Eduardo Campos deixa saudades por tudo que realizou e o muito que ainda realizaria. Ele nunca poupou o talento político que trazia no DNA”

Renato Rabelo, presidente do PCB - “Profundamente chocado com a tragédia da morte de Eduardo Campos em Santos, nos solidarizamos com a família e os companheiros do PSB”

José Agripino, presidente nacional do DEM - “No aeroporto de Natal, ao lado de Aécio, estamos surpresos com a noticia da morte de Eduardo Campos. Agenda no RN e PB cancelada”

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas