Escolha de Aloysio Nunes para vice reforça chapa do PSDB em SP, diz Aécio

Por Marcel Frota - iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em anúncio feito nesta segunda (30), Aécio Neves afirmou também que foi parabenizado por José Serra pela escolha

Agência Brasil
O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) foi anunciado vice de Aécio na chapa tucana nesta segunda (30)

O candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves (MG), anunciou há pouco o nome do seu colega de senado, Aloysio Nunes (SP), como seu vice. Aécio reconheceu durante o anúncio que Nunes foi uma escolha, entre outros motivos, para fortalecer a chapa tucana nacionalmente e “em especial no Estado de São Paulo”. Aécio disse que o anúncio de Nunes para sua vice é uma “homenagem à coerência”.

Mais: PSDB anuncia Aloysio Nunes como candidato a vice de Aécio Neves

Domingo: Aécio elogia coligação de 15 partidos formada por Alckmin

Aécio garante palanque no Ceará em aliança com PMDB

Questionado a respeito da escolha do senador paulista como forma de pacificar a relação com o ex-governador José Serra, o pré-candidato tucano procurou passar um clima de cordialidade. “Acordei hoje com um telefonema do Serra para parabenizar a escolha e até agora falei pelo menos quatro vezes com ele. Serra terá uma participação extremamente importante na campanha”, afirmou Aécio sem, entretanto, entrar em detalhes sobre qual seria esse papel.

“Todos nós, dentro de um partido, dentro de casa mesmo, podemos ter posições divergentes sobre esse ou aquele assunto, mas não se pode tirar de nós, de José Serra, a convicção ou pelo menos o registro de que ele tem espírito público”, disse Aécio, que afirmou durante o anúncio que está recebendo de Serra sugestões para a condução da campanha. “Tenho recebido dele sugestões de abordagem e análises conjunturais. Será muito importante. O PSDB está mais unido do que nunca”, disse o mineiro.

O senador José Agripino Maia (DEM-RN), que chegou a ser cotado para assumir a vice de Aécio, acabou sendo preterido para esse posto, mas o tucano o anunciou como o coordenador geral da campanha. “Fiquei muito feliz de ter tido também a aceitação do senador Agripino para coordenar nossa campanha, mostrando que não será uma campanha de um partido, será de um conjunto de forças políticas”, disse Aécio durante o anúncio.

O anúncio da vice de Aécio esteve cercado de mistério numa lista de nomes que chegou a ter até a presença de José Serra. A possibilidade acabou perdendo fôlego nos últimos dias. A ex-ministra do STF Ellen Gracie também chegou a ser cotada para a vaga. Na reta final, entretanto, permaneceram os nomes de Tasso Jereissati e de Nunes. Jereissati disputará uma vaga ao Senado no Ceará.

Atitude Zen

Nunes foi questionado durante o anúncio a respeito da discussão que teve com um blogueiro que o abordou para perguntar a respeito de denúncias envolvendo o nome dele com o suposto cartel do metrô de São Paulo. Na ocasião, Nunes perdeu o controle a acabou xingando o blogueiro. “Fui vítima de uma provocação de alguém que estava lá apenas para atirar uma casca de banana no meu caminho e eu pisei nessa casca de banana. Eu deveria ter adotado uma atitude zen”, disse Nunes. “Infelizmente ainda não existe transplante de alma. Se tivesse faria um transplanta da alma do dalai-lama na minha”, acrescentou o agora vice de Aécio.

Leia tudo sobre: Aécio NevesAloysio NunesPSDBEleições 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas