Luiz Moura, ligado ao secretário Municipal dos Transportes, teria participado de reunião com membros da facção criminosa

PT abre investigação para apurar elo do deputado estadual Luiz Moura com o PCC
Divulgação/Alesp
PT abre investigação para apurar elo do deputado estadual Luiz Moura com o PCC

O Partido dos Trabalhadores criou uma comissão interna nesta segunda-feira (26) para investigar o envolvimento do deputado estadual de São Paulo Luiz Moura (PT), ligado ao ao secretário Municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

O objetivo da comissão é evitar possíveis desgastes do partido nas eleições de outubro. O grupo é presidido pelo presidente estadual do partido, Emidio de Souza, e terá a participação de João Paulo Rillo, do deputado estadual Jefferson Bittencourt e do secretário geral Vilson Augusto.

O deputado Moura será ouvido pelos colegas da Assembleia Legislativa de São Paulo e pela comissão petista ainda nesta semana.

Entenda

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, que citou uma investigação da polícia, Moura participou, em março deste ano, de uma reunião com pelo menos treze integrantes da facção criminosa PCC.

A reunião foi realizada na sede da cooperativa Transcooper, na zona leste da cidade. Ao jornal, o petista respondeu, por meio de sua assessoria, que esteve na sede para tratar de assuntos ligados aos interesses da categoria, e negou qualquer envolvimento com a organização criminosa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.