‘Estupra, mas não mata’ e 'perto do Lula, sou um comunista' são alguns exemplos na longa trajetória do deputado, ex-prefeito e ex-governador de São Paulo

Aos 82 anos, o deputado Paulo Maluf (PP-SP) coleciona polêmicas e processos ao longo de sua trajetória. Criador do “malufismo”, sinônimo de populismo de direita para uns e de mal feitos com o dinheiro púbico para outros, o ex-governador e ex-prefeito de São Paulo foi condenado nesta segunda-feira (4) pelo Tribunal de Justiça por superfaturamento de obra na capital paulista e pode ficar inelegível já nas próximas eleições.

Relembre algumas das frases mais polêmicas.

Conheça a nova home do Último Segundo



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.