Haddad anuncia primeiros nomes do secretariado

De estilo técnico, petista anuncia cinco primeiros secretários para as pastas de Finanças, Negócios Jurídicos, Governo, Planejamento, Orçamento e Gestão e Desenvolvimento Urbano

iG São Paulo |

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou tarde desta segunda-feira o nome de cinco secretários que irão compor sua administração, nas pastas de Finanças, Negócios Jurídicos, Governo, Planejamento, Orçamento e Gestão e Desenvolvimento Urbano. Seguindo o estilo do petista, os secretários escolhidos têm perfis mais técnicos e são ligados, principalmente, à Universidade de São Paulo, onde Haddad lecionava.

Saiba mais: Haddad começa a definir secretariado nesta semana

Tripoli: Líder do governo Kassab na Câmara será secretário do Verde de SP

Para a Secretaria de Governo, o petista escolheu o vereador e atual presidente do Diretório Municipal do PT de São Paulo, Antonio Donato. Donato foi responsável pela cordenação da campanha petista e chefia o governo de transição. Na gestão de Marta Suplicy, atuou na Secretaria dos Transportes e, em seguida, como assessor especial do Gabinete da Prefeitura. Elegeu-se vereador em 2004, sendo reeleito em 2008 e 2012. A pasta que Donato assume tem a função de coordenar política e administrativamente as ações e projetos da gestão. 

Massonetto:  Braço direito de Haddad é nome certo no novo governo

Considerado um dos homens de confiança do prefeito, Luís Fernando Massonetto ocupará a  secretaria de Negócios Jurídicos. Professor da Faculdade de Direito do Largo São Francisco da USP, Massonetto comandou essa pasta por alguns meses na gestão de Marta e trabalhou com Haddad no Ministério da Educação.

Pressão por cargos:  " Não vou fazer toma lá dá cá'', diz Haddad

Leia também: Haddad deve dar novo fôlego ao modelo de subprefeituras em São Paulo

Responsável por tentar negóciar a dívida de São Paulo com a União, calculada em cerca de R$ 52 bilhões, Marcos de Barros Cruz será o novo secretário de Finanças de Haddad. Cruz é sócio da Consultoria McKinsey & Company e formado em Engenharia pela Universidade de Campinas. Barros Cruz não compareceu ao anúncio do secretariado nesta segunda-feira por motivo de viagem pré-agendada. Para assumir o cargo, ele deixará de ser sócio da consultoria McKinsey & Company.

Na pasta de Planejamento, Orçamento e Gestão, Haddad optou por Leda Maria Paulani, professora titular do Departamento de Economia e da Pós-graduação em Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP)..

Por fim, Haddad entregou a pasta de Desenvolvimento Urbano ao arquiteto e professor da Universidade São Judas Fernando Mello Franco. Franco será responsável por uma das principais promessas de campanha de Haddad: o Arco do Futuro. O projeto inclui diversas intervenções urbanas para descentralizar a economia da capital.

Com Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG