'Quanto custa ter o PT?'

Edgar Nóbrega renunciou à candidatura à Prefeitura de São Caetano depois da divulgação de um vídeo em que ele faz este questionamento ao ex-secretário de governo

Ricardo Galhardo - iG São Paulo |

O vereador Edgard Nóbrega renunciou à candidatura do PT à Prefeitura de São Caetano depois da divulgação de um vídeo no qual pede dinheiro ao ex-secretário de Governo, Tite Campanella.

As imagens, provavelmente do ano passado, mostram Nóbrega pedindo dinheiro para sua campanha à presidência municipal do PT no Processo de Eleições Diretas (PED). Em troca, ele promete colaborar com o governo José Aurichio Júnior (PTB), ao qual o PT fazia oposição.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

Leia todas as notícias sobre as eleições em São Paulo

Veja o vídeo:

“A pergunta que devemos fazer é quanto custa ter o PT?”, diz Nóbrega logo no início da conversa. Em seguida, o vereador entrega ao secretário uma lista com valores mensais. “É mais ou menos isso aqui”, diz Nóbrega. O dinheiro seria suficiente para o vereador garantir a eleição à presidência local do PT. “(Em troca) vai ter um aliado ou um adversário leal”, completa o petista.

“A gente vai precisar de uma relação mais tranquila”, responde Campanella. “Quero que você faça oposição mas em contato (com a prefeitura). Estrategicamente a gente quer você”.

Na sequência, o secretário dá garantia de que vai cumprir o acordo. “Posso ter 300 defeitos mas se tem uma coisa que não sou é desonesto”, diz Campanella.

No vídeo, os dois aparecem falando no pagamento mensal de R$ 5 mil a cada vereador a título de “pró-labore”. O petista insinua ainda que a prefeitura pague a viagem de sua filha ao Canadá. “Muito do que a gente toma de decisão na vida é por conta desses compromissos”, disse ele.

Antes da renúncia, a campanha de Nóbrega tentou rebater as acusações dizendo que as imagens foram editadas. Além de perder a vaga de candidato, ele deixou a presidência municipal do PT de São Caetano, que não apresentará novo candidato.

Tite Campanella também deixou a Secretaria de Governo. A prefeitura disse desconhecer o teor da conversa.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG