Justiça suspende inserções de Russomanno e Soninha na TV

Candidatos utilizaram tomadas captadas fora de estúdio, o que é proibido pela lei eleitoral

Agência Estado |

Agência Estado

A Justiça Eleitoral determinou a suspensão de peças de propaganda dos candidatos à Prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (PRB) e Soninha (PPS) na TV. Eles deverão tirar do ar inserções em que aparecem em imagens captadas fora de estúdio, o que é proibido.

Campanha: Na TV, Serra 'abraça' Kassab e Haddad critica atual prefeito

Estratégia:  No rádio, Lula apresenta Haddad em programa com críticas a Serra

A ação contra Russomanno foi proposta pela equipe de José Serra (PSDB) e a representação contra Soninha partiu da campanha de Fernando Haddad (PT).

Leia também: Campanha na TV mudará cenário eleitoral em 15 dias

Leia mais:  Propaganda na TV é ‘divisor de águas’ nas campanhas eleitorais

A Justiça mandou suspender ainda a veiculação de uma propaganda de Russomanno no rádio. Na peça, são apresentados dados de uma pesquisa de intenção de voto sem os dados de seu registro, como manda a lei. A ação também foi proposta pela equipe de advogados do PSDB.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG