Mulher de vereador de Fortaleza recebia dinheiro do Bolsa Família

Ao justificar o erro, Leonelzinho, que tenta a reeleição, revelou que Adriana Lúcia se inscreveu no programa para se beneficiar de tarifa reduzida de energia para famílias de baixa renda

Daniel Aderaldo - iG Ceará | - Atualizada às

Divulgação
Leonelzinho admitiu erro por mulher receber Bolsa Família e pediu desculpas

A mulher do vereador de Fortaleza e candidato à reeleição Leonelzinho Alencar (PTdoB) foi beneficiária Bolsa Família por 14 meses. De outubro de 2009 a dezembro de 2010, Adriana Lúcia Bezerra de Alencar sacou, ao todo, R$ 176 do programa do governo federal.

Eleições:  Primeira travesti doutora do País é candidata no Ceará

O Portal da Transparência apresenta o registro de oito saques no valor de R$ 22 cada nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2009 e janeiro, fevereiro, março, abril e agosto de 2010.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), responsável pela gestão do banco de dados do Cadastro Único para programas sociais, informou que a inscrição da esposa do vereador foi feita em 8 de junho de 2007. Na época, foi declarado que a família da mulher do vereador possuía renda per capita de R$ 139.

Leonelzinho admitiu a irregularidade, pediu desculpas e chegou a chorar durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza na manhã desta quarta-feira (22).

Mas ao tentar justificar o ato, acabou revelando outro erro. Segundo ele, a mulher se inscreveu no Cadastro Único para ter direito a uma tarifa social da Companhia Energética do Ceará (Coelce) exclusiva a famílias de baixa renda com pequeno consumo mensal de energia elétrica.

Leia mais: Ausência de Dilma em Fortaleza decepciona Cid Gomes

“Jamais autorizei ou mesmo compactuei com a inserção do nome”, disse o vereador, eximindo-se de culpa. “Qualquer pessoa de bom senso sabe que minha família não precisa de nenhum tipo de beneficio social para sobreviver”, declarou ainda.

Leonelzinho informou que irá devolver os valores sacados do programa Bolsa Família “com correção monetária” e que a mulher vai responder à Justiça pelos erros. O Ministério Público está apurando o caso e já notificou a mulher do vereador. Ela tem dez dias para formalizar sua defesa.

Reprodução
Portal da Transparência, reprodução, mulher de vereador de Fortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG