PSB nega acordo com Haddad e diz que candidatura própria ganhou corpo

Cobiçado pelo PT de Fernando Haddad, legenda rechaça que já tenha se acertado para compor chapa petista e cogita lançar candidato

iG São Paulo |

O vereador Eliseu Gabriel, presidente do diretório municipal do PSB em São Paulo, divulgou uma nota nesta quarta-feira negando que o partido tenha fechado acordo para apoiar o pré-candidato do PT à prefeitura, Fernando Haddad, e dizendo que a hipótese de uma candidatura tem ganhado força na legenda.

Leia mais: Sem Lula, mas com ex-primeira dama, Haddad visita comunidade judaica em SP

Leia também: Marta diz que não basta 'nome novo' para PT vencer eleição em São Paulo

Ninho tucano: Serra é multado em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada

Segundo a nota, a decisão sobre o posicionamento do PSB em São Paulo será tomada em conjunto entre as direções municipal, estadual e nacional do partido “no momento oportuno”.

A aliança com o PSB é vista como fundamental pela coordenação da campanha petista para romper o isolamento de Haddad que, até agora, não conseguiu formalizar o apoio de nenhum partido à sua candidatura.

Leia a íntegra da nota:

“A Direção Municipal do PSB de São Paulo informa que não houve, até o momento, uma definição sobre coligações para as eleições para Prefeito e vereadores, que serão realizadas em 7 de outubro próximo.

Há, sim, debate interno sobre pontos programáticos e avaliação de cenários possíveis. Ultimamente, a possibilidade de lançamento de candidatura própria a Prefeito tem ganhado corpo no Partido.

As direções Municipal, Estadual e Nacional vêm mantendo constante diálogo e devem tomar uma decisão conjunta no momento oportuno.”

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG