Tamanho do texto

Dono do animal foi acusado de maus-tratos, multado e perdeu guarda do cão; testemunha registrou episódio, divulgou vídeo e foi atrás das autoridades

Cachorro é arrastado por carro em Atibaia e motorista acaba autuado pela Polícia Militar Ambiental
REPRODUÇÃO/WHATSAPP
Cachorro é arrastado por carro em Atibaia e motorista acaba autuado pela Polícia Militar Ambiental

Um homem acabou autuado pela Polícia Militar Ambiental, depois de ser flagrado dirigindo um automóvel enquanto arrastava o seu próprio cão pelo asfalto, no interior de São Paulo. O caso aconteceu no último domingo (11), no caminho entre a cidade de Perdões e o município de Atibaia .

Leia também: Polícia Militar Ambiental apreende droga que iria para Europa em navio

O cachorro estava preso por uma coleira ligada ao motorista, enquanto corria pela rua tentando acompanhar a velocidade do carro. Pressionado por uma testemunha, o dono do animal riu da situação e disse que estava levando o cão para passear. Frente a essa atitude, a Polícia Militar Ambiental foi acionada.

A paulistana Fabiana Uckus estava no banco da carona, na mesma via do ocorrido, quando avistou o episódio. Chocada com a situação e em busca de uma punição por maus-tratos ao motorista da frente, ela contatou imediatamente as autoridades.

Fabiana aproveitou ainda para gravar o cachorro sendo maltratado, registrando inclusive o momento em que o motorista criminoso o colocou para dentro do carro. O vídeo e algumas fotos do ocorrido foram parar nas redes sociais, onde a paulistana fez uma denúncia pública.

"Esse senhor, muito humano, estava arrastando o cachorro dele por uma coleira no asfalto quente, às 13h", denunciou. "Amigos de Atibaia, por favor compartilhem!!!!", escreveu.

Provas e confissão do criminoso

Com todos os dados da denúncia em mãos, agentes da Polícia Ambiental localizaram o criminoso, nesta quinta-feira (15). Identificado como Wallace, o homem foi autuado por maus-tratos a animais domésticos e terá que responder pelo crime.

O cachorro, que foi encontrado na residência de Wallace, não estava com nenhuma lesão física. De acordo com a polícia, foi verificado que o animal vivia em um ambiente seguro, era bem alimentado e não lhe faltava água.

Leia também: Canil da PM apreende 260 tijolos de maconha e traficante passa carnaval na cadeia

Porém, devido às provas colhidas pela testemunha e pela confissão a respeito do episódio no asfalto, Wallace perdeu a guarda do cão e terá que pagar uma multa de R$ 3 mil por praticar maus-tratos a um animal doméstico .

Além disso, na esfera penal, o criminoso foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Bom Jesus dos Perdões. O cachorro foi apreendido e irá para adoção.

Desdobramento nas redes sociais

Feita no início da semana, a denúncia de Fabiana foi amplamente divulgada nas redes sociais chegando a quase 3.500 compartilhamentos no Facebook.

Depois de concluído o caso, ela usou a mesma publicação para fazer um agradecimento direto à Sargento Mariangela e a toda a equipe da Polícia Militar Ambiental de Atibaia que trabalhou no caso. "Nosso Brasil ainda tem jeito, sim!", exclamou.

Leia também: ROCAM age rápido e recupera carga de cigarro roubada no mesmo dia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.