Tamanho do texto

Sob o comando da Tenente Anita, a equipe da Polícia Militar formada pelo Sargento Figueiredo, Cabo Lemos e Soldado Jedeson prendeu três mulheres

A vida é feita de escolhas, você tem a liberdade de escolher os caminhos que vai percorrer. Muitas vezes, a sua história também dá a chance de fazer mudanças, basta saber aproveitar. A matéria de hoje vai contar a história da escolha de três traficantes e da Tenente Anita da Cavalaria da PM.

Leia também: mais um ano de atuação da Polícia Militar, mais uma obra de arte

Material apreendido pela Cavalaria da PM na região central de São Paulo
Divulgação/Cavalaria da PM
Material apreendido pela Cavalaria da PM na região central de São Paulo

A Tenente Anita é responsável por um dos Pelotões do Regimento de Polícia Montada - 9 de Julho da cidade de São Paulo. Na Cavalaria da PM há três anos, a Policial é responsável por comandar homens e mulheres no combate ao crime na maior cidade do País. Ele escolheu andar dentro da lei e aplicá-la.

A história da Tenente cruzou nessa segunda-feira (18)  com a de três outras mulheres que escolheram viver a margem da lei e usar o tráfico como meio de vida. Entenda como foi a ocorrência.

"Uma das minhas equipes, a Hipo 205 fazia um patrulhamento de rotina pela região da praça Ragueb Chohfi perto de mercadão. O Sargento Figueiredo, Cabo Lemos e Soldado Jedeson notaram três mulheres em atitude suspeita embaixo do viaduto e foram realizar a abordagem", revela a Tenente.

Os Policiais conseguiram abordar duas das três mulheres, uma delas conseguiu correr. Com as duas suspeitas, os PMs encontraram drogas e dinheiro do tráfico. Foram apreendidos 26 porções de crack, dois celulares, dez embalagens para armazenar entorpecentes, uma tesoura e R$ 453,00. 

Mas a persistência da equipe rendeu ainda mais. "Enquanto, os nossos homens que realizaram a abordagem aguardavam o apoio no local, eles notaram que a terceira suspeita tinha voltado e observava tudo de longe. Então, eles foram atrás e conseguiram capturar. Para o nosso espanto, essa mulher já havia sido preso há 16 dias por uma das nossas equipes também. Ela era procurada por furto em Brasília e agora vai responder por tráfico de drogas também", finaliza a Tenente Anita.

Leia também: 'Papai Noel é verde': PM Ambiental entrega brinquedos a crianças indígenas em SP

Conheça a Cavalaria da PM

O Regimento de Polícia Montada “9 de Julho” é uma unidade da Polícia Militar do Estado de São Paulo, subordinada ao Comando de Policiamento de Choque. A Cavalaria é uma das mais tradicionais unidades históricas da PM, criada em 1892.

Atualmente, possui 505 policiais militares e 437 cavalos distribuídos em todo território do Estado de São Paulo. O Regimento, subordinado a uma Unidade do Choque, tem como principal missão o policiamento e atuação em grandes aglomerações de pessoas, como jogos de futebol, shows, manifestações e encontros culturais.

Leia também: "Não aguento mais": Canil da PM fecha local que abastecia drive thru do tráfico

Somente em 2017, o Regimento esteve presente em mais de 110 jogos de futebol, em mais de 20 grandes shows em SP, 12 operações com milhares de espectadores como: Fórmula 1, Virada Cultura, Lollapalooza e Operação Carnaval.

Cavalaria da PM é uma das forças de Elite da PM de São Paulo
Major PM Luis Augusto Pacheco Ambar
Cavalaria da PM é uma das forças de Elite da PM de São Paulo


Subsidiariamente, o Regimento é empregado no policiamento ostensivo preventivo, somando mais de 14 operações Policiais realizadas, e mais de 1550 policiamentos em apoio a outras unidades da PM, inclusive fora da cidade de São Paulo, como por exemplo, Operação Inverno em Campos do Jordão.

Até mês de novembro de 2017, os policiais do Regimento prenderam mais de 212 pessoas, sendo 150 em flagrante delito e 62 pessoas procuradas pela justiça recapturadas. Foram mais de 13 mil abordagem realizadas, e 5 armas de fogo apreendidas.  Além de todos os resultados operacionais, o Policial da Cavalaria da PM ainda tem muita atenção voltada aos cuidados dos cavalos, que são sempre cuidados com muito zelo e respeito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.