No feriado da padroeira do Brasil, ROCAM exorciza o crime na cidade de Aparecida

Policiais Militares do Segundo Batalhão de Choque foram convocados para reforçar a segurança na região e acabaram prendendo um líder do tráfico

A cidade de Aparecida se transformou em um dos roteiros históricos do País. Durante o feriado da padroeira do Brasil, o município recebeu a visita de aproximadamente 200 mil pessoas. Entre o público estavam romeiros, turistas, comerciantes, munícipes e também 17 Policiais da ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas). 

Leia também: Sempre atenta, ROCAM combate tráfico de drogas e prende foragido em São Paulo

Foto: Divulgação
A Rocam ficou conhecida pela sua agilidade no cumprimento de suas missões e foi chamada para auxilar operação durante o feriado da padroeira do Brasil

"Durante o feriado, a região da Basílica de Aparecida recebe muitas pessoas, são muito romeiros que fazem sua peregrinação. Então, o nosso Comando foi requisitado para dar apoio para a Polícia Militar do interior do Estado. Montamos cinco equipes e fomos para a cidade para combater principalmente o roubo a transeuntes. O trânsito fica intenso no feriado e com a mobilidade nas nossas motos fica mais fácil de coibir o crime", diz o Tenente Danilo da ROCAM .

As duas viaturas e nove moticletas saíram da capital às 2h da manhã, elas iriam passar o dia em patrulhamento de rotina, mas também tinham uma informação que acabaria rendendo a prisão de traficante batizado pelo PCC. Foram três ocorrência e elas serão narradas pelo Tenente Danilo; acompanhe:

Ocorrência 1: tráfico na linha

A equipe formada pelo Sargento Almeida, Cabo Pimenta, Cabo Edilson e Soldado Lima fazia um patrulhamento pela região da Basílica quando avistou um homem com uma sacola plástica, até aí tudo bem, né? O Tenente vai explicar que não.

Leia também: A população grita por socorro, a ROTA responde e os criminosos pagam a conta

"Na região central da cidade passa a linha do trem. Os Policiais avistaram esse suspeito com a bolsa e quando ele viu a nossa equipe ele ficou assustado. Quando nós fomos realizar a abordagem, ele acabou saindo correndo mas nós fomos mais rápidos e acabamos pegando", diz o Tenente Danilo.

Foto: Divulgação/ROCAM
Drogas apreendidas com o criminoso; homem queria acertar sua dívida com o crime

De acordo com o Policial, a criminalidade também é devota de Nossa Senhora Aparecida. "Como tem muito criminosos que vão para região, o tráfico vê oportunidade de lucrar. Esse suspeito que prendemos tinha uma dívida com o crime, então ele pegou drogas para vender para tentar acertar esse débito. Ele estava de salvo conduto e iria voltar para prisão após o feriado. Não deu nem tempo, prendemos ele e apreendemos a droga. Agora, ele deve mais ainda. Acaba virando uma bola de neve, eles ficam desesperados para pagar e acabam cometendo mais crimes", finaliza o Tenente.

O suspeito vai responder por tráfico de drogas e foi conduzido para o Distrito Policial de Aparecida.

Ocorrência 2: golpe no PCC

Quando as equipes saíram da capital, além de fazer patrulhamento de rotina, elas também tinham a informação de que o crime organizado estava presente na cidade do interior. "A gente tinha denúncia que esse traficante do PCC era o responsável pela distribuição das drogas na cidade. Ele é muito conhecido na região e perigoso, as viaturas da área já vinham tentando fazer a prisão do "Juruna", diz o Tenente Danilo.

Leia também: ROCAM prende três suspeitos de tráfico de drogas na zona oeste de São Paulo

O Tenente, Cabo Gesiel, Cabo Dantas e Soldado Mombelli foram para rua onde ficava a casa indicada pela denúncia e conseguiram entrar na casa do suspeito que estava acompanhado pela mulher. "A gente surpreendeu ele com uma quantia de drogas já preparada para distribuição, dinheiro do tráfico e ainda uma quantidade de munição. Ele não teve nem chances de fugir e acabou assumindo que era o líder do movimento", finaliza o Tenente.

O integrante do PCC foi conduzido para o Distrito Policial e vai responder por tráfico de drogas.

Foto: Divulgação/ROCAM
Drogas apreendidas com o integrante do PCC

Ocorrência 3: tráfico no bar

A equipe formada pelo Cabo Ramos, Cabo Rogério e Soldado Esteves fazia um patrulhamento de rotina pela rua Maestro Oscar Lorena quando avistou um homem fornecendo alguma coisa para um motociclista. "A atitude pareceu suspeita para os Policiais e eles resolveram averiguar o que estava acontecendo", diz o Tenente Danilo.

Segundo os PMs, quando o indivíduo notou a presença das motos, ele entrou em um bar e tentou se esconder. "Os Policiais entraram no estabelecimento e surpreenderam o criminosos. Eles revistaram o sujeito e já acharam drogas e dinheiro. Além disso, também acharam mais uma mochila em um canto do bar com mais maconha, cocaína e crack", finaliza o Tenente.

O material apreendido e o traficante foram encaminhados para o Distrito Policial de Aparecida.

Foto: Divulgação/ROCAM
Drogas apreendidas com o homem que tentou se esconder dentro do bar


A Rocam

Criada em 1982 com o objetivo de dar maior agilidade ao combate ao crime de roubo de veículos e pedestres no intenso trânsito de São Paulo, a ROCAM ficou conhecida pela sua eficiência e agilidade no cumprimento de suas missões. O Batalhão de Choque iniciou o ano de 2017 com a aquisição das modernas motocicletas Triumph Tiger 800XCx.

Leia também: Rápida como tigre: ROCAM prende criminosos em São Paulo

Após vencer a licitação pública para fornecimento de motocicletas acima de 600cc, a tradicional montadora inglesa já entregou o primeiro lote de 86 Tiger 800 XCx que já estão com a ROCAM patrulhando as ruas de São Paulo e combatendo a criminalidade. Além da venda, o programa da Triumph inclui um programa de pós-venda e treinamento especializado em pilotagem para os Policiais.


Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/policia/2017-10-13/rocam-aparecida-padroeira.html