Tamanho do texto

Duas equipes de bombeiros foram acionadas; lubrificante, equipamentos hidráulicos e ferramentas cortantes foram usadas para remover o objeto; número de feridos por brinquedos sexuais cresceu após "50 tons de cinza"

Homem fica preso em anel peniano na véspera de ano novo; bombeiros levaram seis horas para retirar objeto
Reprodução/Metro.co.uk
Homem fica preso em anel peniano na véspera de ano novo; bombeiros levaram seis horas para retirar objeto

Parece que ‘joguinhos sexuais’ não foram a melhor forma de fechar o ano para algumas pessoas. No último sábado de 2017, no dia 30, um homem precisou da ajuda de duas equipes de bombeiros para que pudesse iniciar 2018 com a parte íntima do seu corpo intacta, já que um anel peniano, que utilizava para ‘ brincadeiras eróticas ’, acabou ficando entalado em seu pênis.

Leia também: 'Sexo selvagem' dá errado e homem tem testículo arrancado por mordida da esposa

O rapaz foi levado para o Hospital de Ipswich, em Suffolk, na Inglaterra. Depois do falho auxílio de lubrificantes, os enfermeiros decidiram acionar o primeiro grupo de bombeiros para o uso de métodos mais radicais. Os dez profissionais tentaram retirar o anel peniano do rapaz, não identificado, com a ajuda de um equipamento hidráulico, porém ainda não obtiveram sucesso.

Com isso, uma segunda equipe foi chamada para a "missão final de ano": chegando por volta das 4h15 da madrugada, recorreram a utensílios afiados para cortar o apetrecho preso. No total, a equipe levou seis horas para a retirada do objeto. De acordo com o jornal Metro , não foi informado se o homem precisou de assistência médica adicional. Tanto o porta-voz do Hospital de Ipsswich quanto o representante do Serviço de Ambulância do Leste da Inglaterra afirmaram que não podem dar mais detalhes sobre o ocorrido.

Leia também: Com pênis de 48 centímetros, homem não consegue emprego por conta de limitações

Objetos inofensivos ou armas perigosas?

Nos últimos tempos, a Brigada de Bombeiros de Londres tem registrado um número crescente de acidentes com acessórios sexuais, sendo os anéis penianos os protagonistas da maioria dos casos desastrosos. Em 2016, os bombeiros foram acionados para nove acidentes desse tipo. Em um deles, 27 pessoas foram socorridas após serem algemadas e passarem mal em sessões de sadomasoquismo.

As equipes de resgate dizem que o aumento desses contratempos tem sido impulsionado por jogos sexuais como os mostrados no filme “Cinquenta Tons de Cinza”. Vale lembrar que em 2015, a Brigada de Incêndios de Londres gravou um vídeo para pedir que as pessoas tenham cautela com esses objetos, depois que um homem precisou ser submetido a uma cirurgia para retirar dois anéis que ficaram presos em seu pênis por três dias. A iniciativa foi nomeada de "Penis Ring Wars”, uma paródia à saga Star Wars .

Leia também: Professora de escola cristã é pega pelo marido durante sexo com aluno de 15 anos

"A força tem  sido despertada em alguns londrinos, o que resultou em pessoas com anel peniano e algemas presas. A Firefighter Alliance está fazendo campanha para reduzir algumas das chamadas e acidentes desnecessários que estão ocorrendo em nossa galáxia. Não use a força Luke, Anakin ou Yoda. Se não se encaixa, não force (e mantenha as chaves na mão)”, diz a mensagem passada no vídeo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.