Quando alguns sanitários de um avião americano quebraram, um verdadeiro caos tomou a aeronave e o piloto precisou tomar medidas "drásticas"; leia

Um avião da Delta Airlines teve sérios problemas após seus banheiros quebrarem (foto meramente ilustrativa)
shutterstock
Um avião da Delta Airlines teve sérios problemas após seus banheiros quebrarem (foto meramente ilustrativa)


Os banheiros de um avião podem não ser os mais confortáveis que você já conheceu, porém, já imaginou passar um voo inteiro sem poder usá-los? Porque foi isso o que aconteceu em um voo da Delta Airlines no último sábado (2), quando os sanitários do Boeing 757 quebraram e o piloto precisou fazer um pouso de emergência para os passageiros usarem os toaletes.

Leia também: Mulher é presa após dirigir na contramão, dançar sobre carro e fugir em patinete

Segundo informações do New York Daily News , o avião decolou do Aeroporto Kennedy, em Nova York, e tinha como destino a cidade de Seattle, a seis horas de distância. Porém, um problema técnico obrigou a aeronave a fazer uma escala no Aeroporto Billings Logan, no estado de Montana.

Tudo porque alguns de seus banheiros quebraram e, como os passageiros formaram uma longa fila em busca de um sanitário livre, a única alternativa encontrada pelo piloto foi fazer um pouso de emergência. “Todos os toaletes estavam cheios e os viajantes precisavam usá-los ‘desesperadamente’”, a Delta explicou em uma nota ao The Billings Gazette .

A aeronave pousou no aeroporto de Montana e tudo parecia estar prestes a ser resolvido. Porém, como não havia um portão reservado para o Boeing, os passageiros precisaram ter um pouco mais de paciência. Ao desembarcarem na área reservada aos voos de carga, os viajantes puderam, enfim, correr até o banheiro mais próximo.

A ‘escala’ também serviu para que os especialistas pudessem consertar os problemas nos sanitários. De acordo com Kevin Ploehn, diretor de aviação e trânsito do aeroporto em questão, tudo foi resolvido, a aeronave foi reabastecida e o voo prosseguiu até Seattle sem novos imprevistos.

Confusões na aviação

Esta aeronave não foi a primeira a protagonizar uma história peculiar nos últimos tempos. Um voo da companhia "Qatar Airways", por exemplo, também foi obrigado a fazer um pouso de emergência após uma das passageiras descobrir a traição de seu marido . O caso aconteceu no começo de novembro, no trajeto entre Doha, no Catar, e Bali, na Indonésia.

Segundo informações do portal  Hindustan Times , uma iraniana, cujo nome não foi divulgado, esperou seu marido dormir e usou as digitais do homem para desbloquear seu celular. Foi assim que ela descobriu a traição do companheiro e entrou em desespero.

A mulher começou a bater em seu marido e, por mais que os comissários de bordo tenham feito de tudo para acalmá-la, nenhuma medida foi eficaz e os pilotos foram obrigados a interferir. Eles decidiram que a melhor forma de resolver o problema era fazer um pouso de emergência na Índia, onde a mulher, o marido e seu filho desembarcaram.

Leia também: Polícia procura homem que roubou boneca sexual de R$ 12 mil na Austrália

“A família passou o resto do dia no Aeroporto Chennai [na província de Tamil Nadu]. A polícia não foi chamada”, uma fonte anônima contou ao portal de notícias. Por outro lado, o jornal  The New Indian Express  relatou que G. Chandramouli, diretor do aeroporto, explicou que a iraniana em questão estaria bêbada. A família teria sido obrigada a esperá-la ficar sóbria para poder embarcar em outro avião.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.