A população de Sea Girt ficou muito preocupada quando uma famosa tradição local foi ameaçada por um "criminoso misterioso"; leia a história

Os moradores pensavam que crianças fossem as responsáveis por estragar a árvore, mas o culpado era um esquilo
Reprodução/Facebook Departamento de Polícia de Sea Girt
Os moradores pensavam que crianças fossem as responsáveis por estragar a árvore, mas o culpado era um esquilo


O distrito de Sea Girt, em Nova Jérsei, Estados Unidos, mantém uma tradição natalina muito popular. Os moradores se reúnem todos os anos para uma cerimônia que inaugura a árvore de Natal do local. Neste dezembro, porém, todo o ritual foi ameaçado quando a polícia encontrou as luzes da árvore danificadas.

Leia também: Casal tenta passar pelo aeroporto carregando 200 baratas vivas em bagagem de mão

O problema foi identificado a tempo e, após os cabos serem trocados, a famosa cerimônia da árvore de Natal aconteceu tranquilamente na última sexta-feira (1º). Contudo, a história não terminou por aí. As autoridades já estavam em busca do responsável pelo vandalismo, e na manhã de sábado, o criminoso foi encontrado "em flagrante".

Após suspeitar de vândalos e até mesmo de crianças, os policiais ficaram muito surpresos ao avistarem nada mais nada menos do que um esquilo roendo os fios da árvore. Segundo informações da NBC de Nova York, os oficiais conseguiram capturar o animal e, a partir de agora, o cenário natalino ficará sob vigilância constante para evitar problemas semelhantes.

O Departamento de Polícia de Sea Girt publicou em seu Facebook que o caso das luzes quebradas foi solucionado. “Nós estamos felizes que nenhum humano como o Grinch  estava [envolvido neste incidente]. O esquilo foi ‘acusado’ de maldade criminal e liberado sob fiança”, brincou.

Esquilos criminosos

Esta, porém, não foi a primeira vez que um roedor causou grandes estragos em cidades. O Corpo de Bombeiros da cidade de Burnaby, no Canadá, por exemplo, teve de lidar com uma emergência inusitada em agosto. O caso era um incêndio na fábrica "Scardillo Cheese". Mas, o fato mais curioso nesse problema é que  teria sido causado por um pequeno invasor no prédio. Isso mesmo, um esquilo.

No local, 15 bombeiros encontraram uma torre de transmissão de energia em chamas e algumas “pistas” em um equipamento da fábrica, que confecciona queijos, que levantaram suspeitas. Afinal, não é tão comum que um esquilo mastigue apetrechos elétricos e deixe a marca de seus dentes na "cena do crime".

O incidente não deixou feridos, porém, toda a vizinhança da "Scardillo Cheese" ficou sem energia por mais de 12 horas. Afetada de forma mais grave, a fábrica perdeu cerca de 82 mil litros de leite , que,  sem refrigeração, estragaram .

Leia também: Indiano com chulé é preso por se negar a calçar sapatos dentro de ônibus

Diferente do caso do "mistério de Natal", o esquilo da fábrica canadense não foi localizado pelas autoridades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.