Ao retirar os sapatos durante a viagem, os passageiros ficaram muito incomodados com o seu chulé e o acusaram de "causar incômodo público"

Após retirar seus sapatos, o indiano deixou os outros passageiros do ônibus muito irritados com seu chulé
Creative Commons/Pixabay
Após retirar seus sapatos, o indiano deixou os outros passageiros do ônibus muito irritados com seu chulé


O indiano Prakash Kumar, de 27 anos, foi preso na última terça-feira (26) após o seu chulé irritar profundamente os passageiros de um ônibus. De acordo com a BBC , o veículo estava a caminho da capital Nova Déli quando Kumar decidiu tirar os seus sapatos, o que causou uma grande confusão.

Leia também: Mulher descobre traição do marido ao ver foto da vista de sua casa no Instagram

Depois de retirar os sapatos, o chulé do indiano começou a incomodar os passageiros do ônibus, então algumas pessoas pediram que para ele recolocasse os sapatos para resolver a questão. Porém, Kumar não gostou de ser abordado e uma briga foi iniciada.

O motorista do automóvel foi obrigado a estacionar em um posto policial, no estado de Himachal Pradesh, onde os viajantes acusaram o indiano de “causar incômodo público” e forçaram a sua prisão.

Os policiais responsáveis pelo caso divulgaram que Kumar teve sua fiança concedida. Porém, até agora, ele parece não ter compreendido por que foi parar na prisão. Em entrevista ao  The Hindustan Times , explicou que suas meias não estavam com odor desagradável e os passageiros o atacaram "por nenhum motivo".

Problema com o transporte indiano

Este ônibus pode ter passado por um incidente malcheiroso e muito peculiar na Índia , contudo, esta não foi a primeira vez que algo inusitado aconteceu no transporte público do país. No começo do mês de novembro,  um trem de passageiros foi acionado sem a presença do maquinista e percorreu 13 quilômetros.

O incidente só não acabou em uma grande tragédia pois um funcionário da companhia ferroviária conseguiu parar o veículo. 

O fato inusitado aconteceu na estação de Wadi, em Maharashtra, Índia. A locomotiva fazia o trajeto Chennai-Mubai, e tinha acabado de chegar à estação de Wadi. No local seria feita a troca de motor, porém, após a equipe técnica de a estação ferroviária finalizar a troca do equipamento, o mesmo foi deixado ligado e sem que os funcionários percebessem e passou a andar em direção a Solapur.

Leia também: Homem é preso ao ser flagrado carregando um crânio humano nos Estados Unidos

Para evitar que a locomotiva sem condutor causasse um grave acidente , as estações locais forma avisadas sobre o ocorrido. Um funcionário da estação virou o herói dessa história que teve, diferente do caso do chulé, um final feliz. Ele acompanhou a locomotiva por 13 quilômetros em uma moto e conseguiu subir na cabine do maquinista e frear o trem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.