O impressionante caso aconteceu em uma província chinesa, e apesar de todos os esforços, não há informações sobre o "estado de saúde" dos animais

Você já viu um caranguejo desligar o fogão para
shutterstock
Você já viu um caranguejo desligar o fogão para "salvar" seus amigos? Pois esta incomum situação aconteceu na China


Um caranguejo “heroico” está fazendo muito sucesso na internet após um feito histórico. Muito espertinho, o animal conseguiu escapar de uma frigideira ligada, onde ele e outros crustáceos – ainda vivos – eram fritos. Além de conseguir fugir do fogo, ainda desligou o fogão "para salvar seus amigos" da fatídica morte.

Leia também: Para fugir da polícia, homem entra em loja e decide fazer entrevista de emprego

Junto de outros quatro crustáceos, o caranguejo estava prestes a se tornar alimento quando resolveu tomar uma atitude. Determinado, conseguiu “escalar” a frigideira para se salvar, tudo isso enquanto o funcionário de um restaurante em Lianyungang, na província chinesa de Jiangsu, filmava o momento de glória do animal.


Até o momento, não foram divulgadas informações sobre o atual "estado de saúde” dos crustáceos , ou seja, se foram ou não foram transformados em alimento.

Crustáceo-boneca ou boneca-crustáceo?

Se você já ficou impressionado com a capacidade deste animal "super-herói", espere só até conhecer a história de um crustáceo que resolveu usar a cabeça de uma boneca  como a sua "casa". 

A boneca,
Reprodução/UPI
A boneca, "capturada" pelo crustáceo, está fazendo muito sucesso entre os usuários das redes sociais



Um morador da ilha Henderson, no oceano Pacífico, fotografou esta cena inusitada: um crustáceo que “capturou” a cabeça de uma boneca de plástico para usá-la como sua casa. Compartilhada na rede social  Reddit  , a imagem começou a fazer muito sucesso entre seus usuários, além de deixar muitos deles assustados com a cena.

Leia também: Chinês é investigado por tirar cordas vocais de cães 'barulhentos' no seu bairro

Identificado como um caranguejo-dos-coqueiros, o crustáceo e a boneca ilustram um grave problema para as populações marinhas: a poluição dos oceanos e de áreas litorâneas. Com o aumento de dejetos em tais regiões, a fauna começa a buscar alternativas para a falta de recursos naturais, que além do caso do crustáceo, podem vitimar, por exemplo, tartarugas que ingerem sacolas plásticas como se fossem águas-vivas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.