Jocsan Feliciano Rosado, de 22 anos, usava uma máscara protetora para eclipses e olhava para o céu quando foi surpreendido pelos policiais locais

Jocsan Feliciano Rosado só queria ver o eclipse
Reprodução/Departamento de Polícia do Condado de Orange
Jocsan Feliciano Rosado só queria ver o eclipse

A última segunda-feira foi muito importante para algumas partes do mundo, já que os Estados Unidos ficaram no escuro durante alguns minutos por causa de um eclipse solar total. 

Leia também: EUA terá eclipse solar total e brasileiros poderão acompanhar parcialmente

Animadas para observar o fenômeno, muitas pessoas se organizaram para ver a lua “esconder” o sol; porém, pelo visto, alguma ficaram tão desesperadas para acompanhar o evento que cometeram crimes só para presenciar o eclipse .

Parece brincadeira, mas foi o caso de Jocsan Feliciano Rosado, de 22 anos, que foi preso após roubar um carro, somente para acompanhar os movimentos dos astros. Logo que o veículo foi “sequestrado”, a unidade de roubos do Departamento de Polícia do Condado de Orange foi acionada e resolveu seguir o criminoso.

Durante o trajeto, porém, as autoridades perceberam que Rosado estacionou o automóvel em uma loja e saiu de lá com uma máscara , responsável por garantir uma experiência segura para o observador de eclipses.

Ainda no estacionamento do estabelecimento, ele vestiu sua máscara e foi surpreendido pelos oficiais enquanto olhava para o céu. O homem foi preso e ainda garantiu sucesso para as redes sociais do Departamento de Polícia, que publicou a bizarra história no Facebook e conseguiu mais de oito mil compartilhamentos – além de garantir muitas risadas dos usuários. 

Cuidado com o sol

Apesar de criminoso, Rosado acertou em uma questão e tem uma importante mensagem para nos passar: é preciso se proteger de forma apropriada para acompanhar eclipses. 

Não, não é mentira: olhar diretamente para um fenômeno solar pode te deixar cego . De acordo com o optometrista Ralph Chou, da Universidade de Waterloo, Canadá, o problema em si não é o evento, mas a prolongada exposição ao sol. Assim, tanto eclipses parciais quanto um total (como o de ontem) podem prejudicar o sistema visual.

Em entrevista para o portal “NPR News”, o cientista explicou que a exposição à luz solar pode danificar as células da retina – membrana responsável por capturar a imagem e enviá-la para o cérebro – em um processo que não pode ser revertido . Assim, para acompanhar um eclipse solar total, é preciso equipamentos de proteção. 

Leia também: Homem usa empilhadeira para roubar caixa eletrônico nos EUA; assista ao vídeo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.