Roda de 300 quilos caiu sobre Amber Rose, quebrando todos os ossos de seu rosto; garota diz ter se visto fora de seu próprio corpo na cena do acidente

Norte-americana Amber Rose Kordiak tinha sete anos quando a roda de um trator de 300 quilos caiu sobre sua cabeça
The Mirror/Reprodução
Norte-americana Amber Rose Kordiak tinha sete anos quando a roda de um trator de 300 quilos caiu sobre sua cabeça


Uma garota de dez anos que afirma ter “ido ao paraíso” após voltar do estado de coma, surpreendendo os pais e os médicos na cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos. As informações são do jornal britânico “The Mirror”.

LEIA MAIS:  Diga X! Suposto fantasma de menino participa em selfie de britânica

Amber Rose Kordiak tinha sete anos quando a roda de um trator de 300 quilos caiu sobre sua cabeça. Na ocasião, o pai de Amber conseguiu tirar o objeto de cima da filha, mas pensou que ela não sobreviveria por conta dos ferimentos. 

O peso do objeto repartiu o crânio de Amber e quebrou todos os ossos de seu rosto. Prontamente socorrida, a garota passou por diversas cirurgias e entrou em coma. Quando acordou, ela revelou a sua mãe, Jen Kordiak, que “tinha voltado do paraíso”.

Jen assegura que, ao acordar, sua filha descreveu claramente que tinha “visto luzes e pessoas fazendo orações” no caminho que a levava para o “céu”.

Menina afirma se lembrar de ver seu corpo e o esforço de seu pai para tirar a roda de 300 quilos que estava sobre ela
The Mirror/Reprodução
Menina afirma se lembrar de ver seu corpo e o esforço de seu pai para tirar a roda de 300 quilos que estava sobre ela


Amber ainda contou que se lembra “perfeitamente” de se ver fora de seu corpo no acidente e do esforço de seu pai para retirar a roda que estava sobre ela. “Resolvi voltar para a terra porque não queria ver minha família triste”, disse a garota.

LEIA MAIS:  Vaca 'nada rumo à liberdade' após escapar de navio na Austrália

Ao “The Mirror”, médicos que lidam com o caso da menina afirmaram que ainda é necessário reconstruir os ossos da cavidade orbital da menina para que ela possa volta a enxergar. Além disso, os profissionais terão de reconstruir o nariz de Amber para que ela possa respirar sem a necessidade de equipamentos.

Já a mandíbula e os dentes da garota também terão que passar por cirurgias nos próximos cinco anos, até que o crescimento de Amber seja interrompido. Para pagar pelos procedimentos médicos, a família da menina iniciou uma campanha para arrecadar doações.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.