Brasileiro é morto pela polícia na Austrália, diz jornal

Policiais teriam usado arma de eletrochoque contra jovem de 21 anos acusado de roubar loja; há dúvidas sobre se ele foi confundido

iG São Paulo |

Um brasileiro de 21 anos foi morto pela polícia no centro de Sydney, na Austrália, informou o jornal The Sydney Morning Herald nesta segunda-feira. O jovem, cuja identidade não foi divulgada, teria morrido ao ser atingido por uma arma de eletrochoque na madrugada de domingo.

Contatada pelo iG , a assessoria de imprensa do Itamaraty disse que ainda não há confirmação oficial se a vítima era realmente brasileira e afirmou que o Consulado do Brasil em Sidney está acompanhando o caso.

De acordo com o jornal, a polícia tentou prender o brasileiro por acreditar que ele tinha roubado uma loja de conveniência cerca de meia hora antes.

O jovem resistiu à prisão, correu e foi perseguido por policiais, que usaram a arma de eletrochoque Taser.

Depois, surgiram dúvidas sobre se o brasileiro de fato era o suspeito de roubo. Segundo policiais, o jovem parecia estar sob efeito de álcool ou drogas no momento da tentativa de prisão e um exame toxicológico será realizado nesta segunda-feira. Testemunhas disseram que o jovem correu sem camisa enquanto gritava por ajuda. Depois de cair no chão, ele teria sido atingido mais três vezes.

Segundo o Sydney Morning Herald, a morte do brasileiro levantou um debate sobre armas de eletrochoque na Austrália, usadas pela polícia 826 vezes em 2011, de acordo com dados do governo.

O país permite o uso do armamento para imobilizar suspeitos em incidentes nos quais a vida de policiais estiver em jogo ou quando “confrontação violenta ou resistência está acontecendo ou é iminente”.

Vídeo divulgado por TV Ten News supostamente mostra agressão a brasileiro:

    Leia tudo sobre: austráliasydneyarma de eletrochoquebrasileiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG