Direita vence eleições gerais na Espanha

Governo socialista admite derrota e dá vitória ao líder do Partido Popular, Mariano Rajoy

iG São Paulo |

O governo socialista espanhol reconheceu na noite deste domingo a vitória do conservador Partido Popular (PP) nas eleições gerais realizadas no país . O resultado das pesquisas de boca-de-urna e da apuração já apontavam para a escolha do líder do PP,  Mariano Rajoy, assim como para uma vitória histórica da direita nas eleições legislativas do país.

No momento em que dados oficiais apontavam 88,7% dos votos contabilizados, a direita espanhola obtinha o melhor desempenho de sua história, conquistando a maioria absoluta do Congresso com com 44,4% dos votos e 186 cadeiras. Socialistas, por outro lado, contavam 28,6% dos votos e 110 cadeiras.

Em pronunciamento após o governo reconhecer a derrota, Rajoy convocou a população a resgatar o orgulho de ser espanhol e afirmou que o país "vai deixar de ser um problema para voltar a ser parte da solução". Ele disse ainda que espanhóis "vão combater a crise", e anunciou um "esforço solidário" para "todos", assegurando que "não haverá milagres".

AFP
O líder Mariano Rajoy, após o governo socialista reconhecer a vitória da direita nas urnas neste domingo

"A Espanha é uma grande nação e o melhor que tem são os espanhóis, 46 milhões de espanhóis que vão combater a crise", afirmou Rajoy, antes de advertir:"Governarei a serviço da Espanha e de todos os espanhóis, procurando que em circunstância alguma alguém se sinta excluído da tarefa comum".

Saiba mais: Quase 36 milhões de espanhóis vão às urnas neste domingo

O PP já aparecia com ampla vantagem sobre o PSOE de acordo com a boca-de-urna. Assim que os números foram publicados, o partido de Rajoy comemorava antecipadamente a vitória.A vice-secretária de organização do Partido Popular e diretora da campanha eleitoral dos populares, Ana Mato, falou com a imprensa para confirmar que, de acordo com esses resultados, "o PP ganhou as eleições". "A mudança política (liderada por Mariano Rajoy) ganhou nesta noite na Espanha com uma grande maioria", declarou.

AFP
Homem deposita o voto na urna durante as eleições na Espanha, que acontecem neste domingo

Participação

A duas horas do fechamento das colégios eleitorais, a participação da população no pleito deste domingo era de 57,59%, quase três pontos e meio a menos do que no pleito de 2008. Os dados de participação correspondem ao censo de 34,2 milhões de eleitores do total de 35,7 milhões que podem exercer o direito ao voto neste ano.

Os candidatos de todos os partidos políticos incentivam os eleitores a comparecer às urnas em um dia eleitoral que acontece em um momento-chave para o futuro da Espanha, que vive imersa em uma grave crise econômica. Do pleito sairá o novo Parlamento e o Executivo que governará a Espanha pelos próximos quatro anos, a quem caberá a responsabilidade de superar a crise.

Atualmente o país tem quase 5 milhões de desempregados, crescimento econômico praticamente estagnado e a dívida pública submetida ao assédio dos mercados financeiros. Ao todo, 35.779.208 eleitores estão aptos a escolher os 350 deputados e 208 senadores da 10ª legislatura e determinar o partido vencedor.

Dos 35,7 milhões de espanhóis que podem votar, 34,29 milhões vivem na Espanha e 1,48 milhão no exterior. Os colégios eleitorais fecharão às 20h (17h de Brasília), e os primeiros resultados oficiais são esperados para as 22h30 (19h30 de Brasília).

*Com informações da EFE

    Leia tudo sobre: eleições na espanhaespanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG