Holandeses vão às urnas em eleições parlamentares

Sites de testes que ajudam eleitores a escolher candidato viram febre no país; disputa deve ser apertada entre liberal VVD e Partido Trabalhista, de centro-esquerda

BBC Brasil |

BBC

Eleitores na Holanda estão indo à urnas nesta quarta-feira em uma eleição geral ofuscada por preocupações sobre a crise da dívida nos países da zona do euro.

Acredita-se em uma disputa apertada entre o liberal VVD, de centro-direita, do primeiro-ministro Mark Rutte, e o Partido Trabalhista, de centro-esquerda, mas o eleitor tem várias outras opções para fazer valer a sua voz no Parlamento em Haia.

Para se orientar e encontrar o voto certo, milhares de holandeses fazem uso de testes eleitorais online, que são mania no país. Com base nas propostas de 20 partidos, dos tradicionais a agremiações excêntricas como o Partido dos Animais, sites como o Stemwijzer (Indicador de Voto, em português) e o Kieskompas (Bússola Eleitoral, em português) elaboram testes com ênfase nos temas mais relevantes.

Leia também:  Sem acordo para orçamento, Holanda terá eleições antecipadas

AP
Idosa e suas duas netas depositam voto em colégio eleitoral de Amsterdã

Frases como "Todos os coffeeshops da Holanda devem ser fechados" e "Demitir funcionários deveria se tornar mais fácil para os empregadores" são algumas das 30 questões que o site Indicador de Voto formulou para ajudar eleitores a descobrir qual partido político melhor se encaixa com seu perfil.

O usuário escolhe entre ''concordo'', ''discordo'' ou ''nenhum dos dois''. O resultado mostra o grau de afinidade entre as respostas do eleitor e as propostas do partido. Também é possível ler em detalhes porque cada partido é a favor ou contra um determinado tema.

Nos últimos dois meses, cerca de 30 testes eleitorais pipocaram na internet. Além das variantes humorísticas - como o Stomwijzer (Indicador Burro, em tradução livre), um trocadilho com o nome Stemwijzer - há versões para crianças, idosos, vegetarianos, imigrantes, gays, e até o Indicador de Voto Cannabis.

Tantas opções podem deixar o eleitor mais uma vez indeciso, neste caso sobre qual teste utilizar. Mas até para estes, há uma opção: o site Stemwijzerwijzer (Indicador de Indicador de Voto).

Facilidade

Anjet Blinde, de 22 anos, profissional de Mídia e Entretenimento, diz que até mesmo pessoas que já sabem em que partido vão votar ficam curiosas para fazer o teste. "No meu caso, o resultado foi exatamente o que eu esperava." Ela acha que sites do tipo facilitam a vida do eleitor. "Os programas partidários são enormes e muita gente não tem ideia do conteúdo deles."

A nutricionista e pesquisadora Jolien Hofstede (25) é também uma dos mais de dois milhões de eleitores que até o momento utilizaram o Indicador de Voto. "Não acho que você deva deixar sua escolha depender completamente de um site desses, mas ele te mostra em qual direção ir."

As eleições desta quarta-feira foram convocadas após a queda do governo, em abril deste ano, depois da tentativa frustrada de aprovar um corte de 16 bilhões de euros (R$ 40 bilhões) no orçamento. A manutenção do déficit dentro dos 3% exigidos pela União Europeia é o principal ponto de conflito entre os partidos que dominam o debate.

Segundo pesquisas, o liberal VVD, de Mark Rutte, deve obter o maior número de assentos (34 dos 150), mas terá dificuldades em formar uma coalizão estável.

Invenção Holandesa

O Indicador de Voto é uma invenção holandesa e existe desde 1989. Antes de se transformar num site, em 1998, era vendido em livrarias, tanto em papel e disquete. Nas últimas eleições gerais na Holanda, em 2010, o teste online foi preenchido mais de quatro milhões de vezes.

A Bússola Eleitoral, uma alternativa ao Indicador de Voto, foi elaborada em 2007 pela Universidade Livre de Amsterdã, em parceria com veículos de comunicação. Ela dá opções mais amplas de resposta e utiliza apenas frases afirmativas, o que evita que o usuário se confunda.

Versões da Bússola Eleitoral foram utilizadas no pleito deste ano na França, na última eleição ao Parlamento Europeu, em 2009, e nos Estados Unidos, em 2008.

Dentre os 20 partidos que brigam por uma cadeira no parlamento holandês, há os inusitados, como o Partido Pirata, cuja plataforma é a flexibilização das leis de patente e de direitos autorais, e os excêntricos, como o Partido para o Ser Humano e Espírito.

    Leia tudo sobre: holandaeleições na holanda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG