Tamanho do texto

Autor dos disparos em uma região domiciliar do leste canadense foi detido pela polícia local; por ora, o ataque não é referido como atentado terrorista

Um tiroteio no Canadá deixou pelo menos quatro mortos na manhã desta sexta-feira (10), no leste do país
Reprodução/Twitter
Um tiroteio no Canadá deixou pelo menos quatro mortos na manhã desta sexta-feira (10), no leste do país

Pelo menos quatro pessoas foram mortas na manhã desta sexta-feira (10), depois de um tiroteio em uma área residencial de Fredericton, no leste canadense. O tiroteio no Canadá deixou, entre as vítimas, dois policiais mortos. 

Leia também: Atirador que matou dois no Canadá sofria de depressão, diz família

De acordo com as autoridades da província de New Brunswick, da qual Fredericton é a capital, um homem suspeito de ser o autor do tiroteio no Canadá foi detido ainda na manhã de hoje. A sua identidade não foi revelada e, por enquanto, não se fala em terrorismo.

No momento do tiroteio , pelo Twitter, as autoridades alertaram para que os moradores "fiquem em suas casas" e "tranquem as portas", além de evitarem a área da avenida Brookside Drive. Ainda na tarde desta sexta-feira, a polícia investiga as circunstâncias do incidente.

Leia também: Explosão de bomba em restaurante deixa ao menos 15 feridos no Canadá

"Por favor continuem a evitar a área da avenida Brookside, entre as ruas Main e Ring. Um incidente resultou em pelo menos quatro pessas mortas. Mais informações estarão disponíveis quando pudermos confirmar", diz um dos tweets.

Segundo a CVT Atlantic, uma mulher que foi retirada de sua casa com o seu filho pequeno disse que ouviu "multiplos disparos". Segundo as testemunhas, os disparos foram ouvidos por volta das 7h no horário do Canadá , o que equivale às 6h no horário de Brasília.

Dentre os quatro mortos pelo atirador desta sexta-feira, dois são policiais. A identidade das vítimas não foi revelada – de nenhuma delas –, e também não se sabe se os dois cidadãos canadenses que foram mortos hoje cedo eram moradores da região onde ocorreu o ataque ou se apenas estavam passando pelo local do crime.

Leia também: Dez pessoas morrem após serem atingidas por van em Toronto, no Canadá

De acordo com a Globo News , no espaço em que ocorreu o tiroteio no Canadá , policiais, bombeiros e paramédicos estão trabalhando. Além disso, há relatos de que moradores foram escoltados por agentes de segurança para deixar a região.