A polícia acredita que o caso criminoso entre a mulher de 26 anos e o adolescente começou em meados de novembro; caso aconteceu na Flórida

Aos 26 anos, a professora de ciências foi detida e, agora, precisa pagar uma fiança de cerca de R$ 80 mil
Reprodução/Facebook Departamento de Polícia do Condado de Volusia
Aos 26 anos, a professora de ciências foi detida e, agora, precisa pagar uma fiança de cerca de R$ 80 mil


A professora de ciências Stephanie Peterson, de 26 anos, foi presa na última terça-feira (27) por manter relacionamentos sexuais com um de seus alunos, de 14 anos, e lhe enviar fotos íntimas. De acordo com nota publicada nas redes sociais do Departamento de Polícia do Condado de Volusia, no estado americano da Flórida, acredita-se que o caso entre os dois começou em meados de novembro do ano passado.

Leia também: Bombeiros resgatam homem com anel peniano e tesoura presos em pênis

O relacionamento foi descoberto na terça-feira, quando o garoto contou aos pais sobre o envolvimento com a professora . As autoridades foram chamadas, e em seu depoimento, a vítima explicou que a mulher lhe enviava fotos íntimas e aparecia em sua casa, diversas vezes, por volta das 11 horas da noite. Além disso, ela teria pedido para que não contasse a ninguém sobre o caso para “evitar problemas para ambos”.

Peterson, que lecionava na escola New Smyrna Beach, foi detida sob as acusações de estupro estatutário – quando há interação sexual consensual entre um adulto e uma criança maior de 12 e menor de 16 anos, de acordo com a legislação da Flórida –, e por transmitir materiais nocivos a um menor de idade. Além disso, a vítima declarou que a mulher já comprou maconha para ele.

Depois de o caso ser exposto, ela se demitiu na segunda-feira e, agora, está presa na Penitenciária do Condado de Volusia sob fiança de 25 mil dólares, aproximadamente R$ 80 mil. Os investigadores responsáveis pelo caso buscam mais informações entre os outros alunos da americana.

Docente pega pelo marido

Em um caso que também envolveu um relacionamento sexual criminoso, uma mulher foi presa em dezembro sob a alegação de ter feito sexo com um de seus alunos . Segundo informações do jornal  The News-Review  , a Andrea Nicole Baber, de 29 anos, lecionava em uma escola cristã de Springfield, no estado americano do Oregon.

A polícia acredita que o "envolvimento" dos dois começou em 2016 e se manteve até o final do ano passado, quando o marido dela flagrou os dois fazendo sexo no último dia 5 de dezembro.

A primeira denúncia do caso aconteceu após o pai do aluno em questão receber um e-mail anônimo, no qual era questionado se sabia que seu filho adolescente estava em um relacionamento com Baber. Em anexo, foram enviadas diversas fotos dos dois, juntos, em uma cama.

Leia também: Casal escocês faz sexo em ponte rodoviária e vai parar na delegacia por despudor

Ex- professora no colégio cristão Logos Christian Academy, a mulher foi presa sob as alegações de estupro de terceiro grau, sodomia de terceiro grau, contribuição para delinquência sexual de um menor de idade, corrupção sexual online de um menor e também por oferecer maconha para uma pessoa com menos de 18 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.