Tamanho do texto

Após passarem o Ano Novo juntos, Pritesh Patel, de 30 anos, decapitou a modelo em sua fazenda; ele não confessou o crime à polícia, mas disse que "já havia gastado muito dinheiro com a mulher" e que ela "estaria o traindo"

Jyoti Surjeet Singh se tornou amante de Pritesh Patel após conhecê-lo no bar em que trabalhava como dançarina
Reprodução/Daily Mail
Jyoti Surjeet Singh se tornou amante de Pritesh Patel após conhecê-lo no bar em que trabalhava como dançarina

Um homem casado foi preso após matar sua amante por suspeita de traição. O indiano Pritesh Patel, de 30 anos, cortou a cabeça da dançarina e modelo Jyoti Surjeet Singh com uma foice. A motivação para o crime brutal de feminicídio, segundo o agressor, teria sido um suposto namoro que ela teria engatado com outro rapaz. 

Leia também: Chinesa espanca filha até a morte por considerá-la muito 'desobediente'

Pritesh Patel não confessou o crime; as investigações policiais continuam
Reprodução/Daily Mail
Pritesh Patel não confessou o crime; as investigações policiais continuam

O assassinato aconteceu na Índia, na fazenda de Patel, que fica na Vila de Timba, no estado de Gujarat. Embora seja casado, o homem passou a se relacionar com Singh, que se tornou sua  amante após alguns encontros. Eles se conheceram em um bar que Jyoti trabalhava como dançarina.

De acordo com o Daily Mail , a modelo indiana visitava o homem frequentemente em Timba, e chegou a comemorar seu aniversário com ele, no dia 27 de dezembro do ano passado.

Investigações

Um comunicado da polícia expôs que o casal viajou para Mumbai, em 28 de dezembro, para as celebrações de Ano Novo, voltando para Timba no dia 1º de janeiro deste ano. No dia seguinte (2), a vítima teria ido para a fazenda de Patel, com seu motorista e a esposa do funcionário.

Leia também: Mulher se distrai com celular e tem perna decepada em porta de elevador; assista

Após a chegada de Jyoti no local, o homem começou a se comportar de maneira violenta e possessiva, afirmando que "ela teria o traído". A mídia local informou que depois de matá-la, Patel fugiu da cena do crime.

O indiano usou uma foice para decapitar a modelo em sua fazenda, na vila de Timba, no estado indiano de Gujarat
Reprodução/Daily Mail
O indiano usou uma foice para decapitar a modelo em sua fazenda, na vila de Timba, no estado indiano de Gujarat

O motorista e sua companheira também abandonaram a casa por medo de que Pritesh retornasse e os atacasse. Eles contataram a polícia imediatamente para denunciar o crime que tinham presenciado. 

Durante o interrogatório, o acusado disse à polícia indiana que "gastou muito dinheiro com a amante" e que, recentemente, começara a suspeitar que ela estava saindo com outro rapaz.

Leia também: Resgatado em outubro, ex-refém do Talibã é preso por 15 crimes no Canadá

Segundo os policiais, o relacionamento de Patel com sua esposa se tornou distante ao longo de seu envolvimento com a vítima. É importante mencionar que as investigações continuam e que Pritesh Patel não confessou o assassinato da amante.