Autoridades locais afirmam que número de vítimas pode ser maior, devido a dificuldade nos resgates e falta de comunicação com locais mais remotos

Três dias de fortes chuvas no Nepal foram suficientes para causar uma grande tragédia. Segundo a polícia local, ao menos 47 pessoas morreram vítimas de deslizamentos e enchentes, além de milhares de desabrigados.

Leia também: Após declaração de Trump sobre Venezuela, Itamaraty diz que rejeita uso da força

Nepal vive momento de tensão com enchentes e deslizamento de terra. Autoridades confirmam 47 mortos, mas número pode ser bem maior
shutterstock
Nepal vive momento de tensão com enchentes e deslizamento de terra. Autoridades confirmam 47 mortos, mas número pode ser bem maior


Segundo o porta-voz da polícia, Pushkar Karki, o número de mortos deve aumentar, já que dezenas de pessoas ainda estão desaparecidas na região. As chuvas tiveram início na sexta-feira (11), atingem 12 distritos ao leste do Nepal, além de algumas zonas ao oeste. Informações do Ministério do Interior.

A agência internacional AFP afirmou que as inundações prejudicam com maior rigor regiões que fazem fronteira com a Índia, sendo que esses locais são extremamente populosos. Os deslizamentos ocorreram em regiões montanhosas e mais remotas, ao lesto do país.

Autoridades estimam que os prejuízos causados pela chuva que dura mais de três dias podem ser maiores, já que no leste do país linhas elétricas foram danificadas, o que torna a comunicação com as regiões praticamente impossível.

No sábado, o porta-voz do Ministério do Interior, tinha confirmado a morte de 25 pessoas, porém o novo balanço mostrou que o número dobrou. “Ainda estamos a procurar informações sobre as vítimas. Segundo os relatórios preliminares do Ministério, mais de 25 pessoas morreram".

Leia também: Confronto entre neonazistas e antifascistas deixa um morto e 34 feridos nos EUA

Para evitar uma catástrofe maior, cerca de 31.000 famílias tiveram de ser transferidas dos locais, ficando desalojadas, porém fora de risco. Segundo Ram Krishna Subedi, porta-voz do Ministério do Interior, equipes de resgates fazem um trabalho incessante para resgatar populares, mas a chuva contínua e o risco eminente de novos deslizamentos e a correnteza impedem que o mesmo seja mais rápido e efetivo.

Índia

Um deslizamento de terra na Índia , ocasionado pelas fortes chuvas ao sul do País deixou sete mortes e diversos desaparecidos. Um ônibus foi atingido e ficou soterrado. As autoridades não souberam informar o número de desaparecidos. O acidente ocorreu no sábado (12), e além do ônibus, outros dois carros foram soterrados.

"Foram retirados sete corpos e resgatados cinco feridos até agora", disse o porta-voz da Força de Resposta de Desastres Nacionais da Índia (NDRF, na sigla em inglês), Anil Shekhawat.

Nepal

Mais de 100 pessoas já morreram este ano devido às chuvas da moção, que atingem habitualmente o Nepal entre junho e outubro. A Cruz Vermelha estima que a catástrofe tenha afetado mais de 100 mil pessoas.

Leia mais: Donald Trump fala em "ação militar" na Venezuela e pede democracia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.