Segundo comunicado, a tentativa de golpe foi feita por um bando de "traidores terroristas" incorporados no serviço militar turco

A liderança militar da Turquia declarou oficialmente neste domingo (17) que a tentativa de golpe contra o governo foi neutralizada. A declaração foi feita por meio de um comunicado divulgado pela agência estatal de notícias Anadolu.

Homem baleado é acolhido por pessoas durante confrontos com militares na Ponte Bosphorus, em Istambul
Bulent Kilic/AFP/Estadão Conteúdo - 15.7.16
Homem baleado é acolhido por pessoas durante confrontos com militares na Ponte Bosphorus, em Istambul


Ministro turco afirma que 6 mil pessoas foram presas após tentativa de golpe

A tentativa, feita por um bando de "traidores terroristas" incorporados no serviço militar turco, foi rejeitada por uma maioria esmagadora dos membros das forças armadas e também pela polícia, afirma o Estado-Maior da República da Turquia no documento.

+ Presidente turco pede que EUA extraditem acusado de liderar tentativa de golpe

Aqueles que participaram no golpe estarão sujeitos à punição mais severa prevista na lei, disse que a liderança militar.

A tentativa de golpe militar já havia sido considerada fracassada pelo primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim. "A situação está sob controle", disse o premiê em entrevista no sábado (16). 

As ações de sexta-feira da tenativa de golpe deixaram ao menos 265 mortos. Até o domingo (17), o governo da Turquia afirmava que já havia prendido seis mil pessoas

*com Estadão Conteúdo

Leia tudo sobre: turquiagolpe militartentativa de golpe