Estado Islâmico ameaça fundadores do Facebook e do Twitter

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

Hackers do grupo jihadista anunciaram que os mais recentes focos do grupo são Mark Zuckerberg e Jack Dorsey

Estadão Conteúdo

Foto mostra a montagem feita por terrorista do Estado Islâmico
Reprodução/Youtube
Foto mostra a montagem feita por terrorista do Estado Islâmico

Hackers do Estado Islâmico anunciaram que os mais recentes focos do grupo são o executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, e o do Twitter, Jack Dorsey. Em vídeo do "Exército dos Filhos do Califado", a autointitulada divisão de hackers do grupo jihadista, ataca o fato de que o Facebook e o Twitter têm fechado contas de extremistas.

A gravação foi considerada autêntica pela Storyful, uma agência de notícias que verifica conteúdos divulgados na internet. O vídeo afirma que o "Exército dos Filhos do Califado" tem mais de 10 mil contas no Facebook, 150 grupos nessa rede social e 5 mil contas no Twitter.

Segundo o grupo, essas plataformas são utilizadas para distribuir conteúdo do Estado Islâmico.

O vídeo não menciona ameaças verbais contra Zuckerberg e Dorsey, mas mostra a imagem dos dois executivos do setor de tecnologia com buracos de bala. A mensagem diz que, para cada conta fechada, outras dez serão abertas.

Representantes do Facebook e do Twitter não quiseram comentar o vídeo. O FBI tampouco quis tratar do assunto.

Neste mês, o Twitter anunciou que suspendeu 125 mil contas relacionadas ao Estado Islâmico nos últimos seis meses. O Facebook não divulga esse número, mas diz que não tolera conteúdo extremista na rede e retira conteúdo ofensivo quando ele é denunciado. 

Veja as armas usadas pelo Estado Islâmico

O grupo também usa facas para decapitar seus reféns. Foto: ReproduçãoNo ataque de San Bernardino, os terroristas usaram pistolas e rifles semi-automáticos. Foto: ReproduçãoPistola Beretta 92FS
. Foto: ReproduçãoPistola croata HS2000. Foto: ReproduçãoGlock G19 - pistola é usada em sequestros e assaltos do grupo. Foto: ReproduçãoFN Herstal Browning - pistola 9mm semi-automática. Foto: ReproduçãoPistola alemã Walther P99 aparece em vídeos de execução do Estado Islâmico.. Foto: ReproduçãoRBG-6 - Lança granadas fabricado na Crácia. Foto: ReproduçãoPKM - Metralhadora russa fabricada na segunda metade da década 1980. Foto: ReproduçãoKGK - metralhadora húngara rápida que deve ser fruto de saque a paióis iraquianos. Foto: ReproduçãoRifle sniper semi-automático, Tabuk Sniper . Foto: ReproduçãoDragunov SDV - Rifle sniper automático. Foto: ReproduçãoDesde 1949 , o Kalashnikov, AK-47, tem sido uma das armas mais usadas por grupos terroristas. Foto: Reprodução


Leia tudo sobre: Estado IslâmicoMark ZuckerbergJack DorseyFacebookTwitter

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas