Depois de almoçar com Michel Temer, Joe Biden deve reforçar a reaproximação entre brasileiros e norte-americanos

Vice-presidente norte-americano, Joe Biden, chega para conversa com o vice-brasileiro, Michel Temer
ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Vice-presidente norte-americano, Joe Biden, chega para conversa com o vice-brasileiro, Michel Temer

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deixou a conversa em reservado com a presidente Dilma Rousseff na manhã desta sexta-feira (31) rasgando elogios ao Brasil. Biden pretende se pronunciar oficialmente ainda hoje, depois de um almoço com o vice-presidente brasileiro, Michel Temer, no Palácio do Itamaraty.

“O Brasil é um exemplo de democracia”, disse ele informalmente aos jornalistas que o aguardavam em frente ao Palácio do Planalto. Pontual, ele chegou às 10h04 para conversar com Dilma e só foi embora 40 minutos depois para encontrar-se com Temer. “Os Estados Unidos estão abertos a negociações com o Brasil em diversas áreas.”

Quarta: Brasil não pode mais alegar ser país em desenvolvimento, diz Biden no Rio
Quinta-feira: Vice dos Estados Unidos visita favela e come biscoito

Espera-se que o pronunciamento do norte-americano reforce a reaproximação entre Brasil e Estados Unidos, relativamente distantes durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. 

Ainda hoje, Biden deve formalizar o convite para a presidente brasileira retribuir a visita aos Estados Unidos no mês de outubro.

No Rio

Ontem, o vice de Barack Obama foi à favela Santa Marta, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Ele visitou o destacamento da UPP (Unidade de Policia Pacificadora), que fica na entrada da comunidade, caminhou por algumas vielas e foi à associação de moradores. No meio do caminho, parou em uma mercearia e comprou um biscoito, para surpresa dos moradores.

Biden posou para fotos e atraiu a atenção. "Ele é muito simpático, comprou até um biscoito wafer aí na frente. Fiz uma foto com ele e vou botar no Facebook", contou Cleo Regina Misquita, secretária da associação de moradores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.