Enchentes e terremoto matam 25 no Afeganistão

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Abalo sísmico de 5,7 graus no nordeste do país foi sentido na capital Cabul e no vizinho Paquistão; há cinco desaparecidos pelas inundações na Província de Balkh

Enchentes-relâmpago no norte do Afeganistão deixaram ao menos 14 mortos, enquanto um terremoto no nordeste sentido no vizinho Paquistão deixou 11 mortos e vários feridos nesta quarta-feira, disseram autoridades.

186 mortos: China envia suprimentos a comunidades isoladas após terremoto

AP
Afegãos carregam seus pertences depois de inundação no distrito de Sholgara

As mortes pelas enchentes aconteceram na Província de Balkh, onde fortes chuvas na terça causaram desmoronamentos em distritos remotos de Kishindih, Sholgara e Nahri Shai. Há cinco desaparecidos, e 1.795 famílias ficaram desalojadas.

Na manhã desta quarta, chuvas pesadas causaram enchentes similares em Sari Pul, província vizinha ao sul, danificando mais de cem casas, disse a ONU. O terremoto causou morte em duas províncias vizinhas do Afeganistão que fazem fronteira com o Paquistão.

Infográfico: Entenda como acontecem os terremotos e tsunamis

Na Província de Nangarhar, ao menos dez foram mortos e 110 ficaram feridos, enquanto cem casas ficaram destruídas ou danificadas, disse o porta-voz do governo provincial, Ahmad Zia Abdulzai.

Na Província de Kunar, uma pessoa morreu, três ficaram feridas e várias casas foram danificadas, disse Asadullah Faseli, um funcionário do Departamento de Saúde local.

De acordo com o Serviço Geológico dos EUA, o epicentro do terremoto de magnitude de 5,7 graus foi a 11 quilômetros ao sul de Mehterlam, capital da Província de Laghman, a uma profundidade de 66 quilômetros.

O abalo foi sentido em Cabul, muitas parte do leste do Afeganistão, e tão longe quanto Islamabad, capital do Paquistão.

*Com AP

Leia tudo sobre: afeganistãoenchentesinundaçõeschuvasterremoto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas