Funeral de Margaret Thatcher será em 17 de abril em Londres

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-premiê britânica morreu na segunda-feira em decorrência de um derrame; rainha Elizabeth 2ª comparecerá à cerimônia na Catedral de St. Paul

Reprodução/ Margaret Thatcher Foundation
Ex-premiê britânica Margaret Thatcher (Foto de Arquivo)

O funeral da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher será realizado em Londres no dia 17 de abril, uma quarta-feira, informou o gabinete do atual premiê, David Cameron, nesta terça-feira (9). A cerimônia será realizada da Catederal de St. Paul, informou o governo.

O Palácio de Buckinghham disse em comunicado que a rainha Elizabeth e seu marido, o duque de Edimburgo, vão comparecer ao funeral.

Obituário: Morre aos 87 anos a ex-premiê britânica Margaret Thatcher

Análise: Estado mínimo e recuperação britânica marcam legado econômico de Thatcher

A ex-premiê britânica morreu na manhã de segunda-feira (8) após sofrer um derrame, segundo informou o seu porta-voz, Tim Bell. Ela estava no hotel Ritz, em Londres. Ontem, a rainha autorizou a realização de um funeral cerimonial - um grau abaixo de um funeral de Estado - para Thatcher.

Líderes do mundo inteiro lamentaram sua morte e prestaram condolências, entre eles o presidente norte-americano, Barack Obama, e o premiê israelense, Benjamin Netanyahu. O atual premiê britânico, David Cameron, chegou a declarar que Thatcher salvou o Reino Unido.

Legado: Admirada e criticada, Margaret Thatcher transformou Reino Unido

Thatcher foi uma das mais influentes figuras públicas do século 20. Seu legado teve um efeito profundo nas políticas de seus sucessores, tanto conservadores como trabalhistas, enquanto seu estilo considerado radical e agressivo definiu seus 11 anos no comando do Reino Unido.

Ela também foi um dos rostos mais conhecidos do neoliberalismo, marcado pela redução do Estado de bem-estar social, da desregulação da economia e da privatização de gigantes estatais.

Galeria de fotos: Relembre a trajetória de Margaret Thatcher em imagens

Margaret Hilda Thatcher nasceu em 13 de outubro de 1925 no condado de Lincolnshire, filha de um dono de mercearia, que era pregador metodista e político local. Thatcher estudou Química em Oxford, com o auxílio de uma bolsa de estudos, e se tornou a terceira mulher a presidir a Associação Conservadora da universidade.

Em 1959, obteve um assento no Parlamento britânico. Foi nomeada logo em seguida ministra-júnior e, após a derrota dos conservadores em 1964, entrou para o “shadow cabinet” - gabinete de oposição que monitora o trabalho do governo.

Polêmica: Veja as principais frases de Margaret Thatcher

AP
Flores são deixadas na porta da casa onde morava a ex-premiê britânica Margaret Thatcher

Cinema: Papel de Margaret Thatcher deu Oscar de melhor atriz para Meryl Streep

Em 1973, o governo conservador de Ted Heath, afetado pela crise do petróleo de 1973, caiu no ano seguinte. Crítica da condução da economia promovida pelo premiê, Thatcher, que era secretária da Educação, disputou com ele a liderança do partido em 1975 e, para surpresa geral, venceu. Tornou-se a primeira mulher a liderar um partido de grande porte no Reino Unido.

Logo, começou a deixar sua marca na política. Um discurso de 1976 contra as políticas repressoras aplicadas na antiga União Soviética lhe rendeu o apelido de “Dama de Ferro”- título que lhe agradava. Quando o premiê trabalhista Jim Callaghan recebeu um voto de desconfiança do Parlamento, o Partido Conservador venceu as eleições gerais em 1979, e Margaret Thatcher foi alçada ao poder. Ela ganhou dois novos mandatos em 1983 e 1987. Sob pressão, renunciou em 1990.

Com AP e Reuters

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas