Autoridades identificam as 12 vítimas do massacre em cinema do Colorado

Entre os mortos, está uma menina de 6 anos. Obama encontrará os familiares das vítimas neste domingo

iG São Paulo | - Atualizada às

As autoridades identificaram neste domingo as 12 vítimas do massacre em Aurora , no Colorado, quando o suspeito James Holmes, de 24 anos, atirou contra uma sala lotada que assistia à estreia do novo filme do “Batman” na sexta-feira. Holmes foi preso logo após o ataque no estacionamento do cinema e se identificou aos policiais como sendo “o Coringa” .

Suspeito ao ser preso: 'Sou o coringa', teria dito o atirador após ataque

Ataque: Atirador deixa ao menos 12 mortos na estreia do 'Batman' nos EUA

Pânico: Espectadores de 'Batman' nos EUA acharam que sons de tiros eram do filme

A vítima mais nova é Veronica Moser, uma menina de 6 anos. Ela assistia ao filme com sua mãe, que está em estado grave. A mais velha tinha 51 anos. O ataque feriu outras 58 pessoas e sete correm risco de morte.

Operação: Polícia entra na casa de suspeito de matança na estreia de 'Batman'

As vítimas são Jessica N. Ghawi, 24; Veronica Moser-Sullivan, 6; John T. Larimer, 27; Alexander J. Boik, 18; Jesse E. Childress, 29; Jonathan T. Blunk, 26; Rebecca Ann Wingo, 32; Alex M. Sullivan, 27; Gordon W. Cowden, 51; Micayala C. Medek, 23; Alexander C. Teves, 24; Matthew R. McQuinn, 27.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viajou neste domingo para o Colorado para se encontrar com os familiares das vítimas. O avião Air Force One procedente de Washington pousou às 15h30 local (18h30 Brasília) na base aérea de Buckley, na região de Denver. Obama declarou cinco dias de luto por causa do incidente e fez um discurso emocionado no dia do massacre . “Minhas filhas vão ao cinema”, disse Obama durante discurso em Fort Myers, na Flórida. “E se Malia e Sasha estivessem no cinema, como tantas crianças fazem todos os dias? Michelle e eu temos sorte porque vamos abraçar nossas meninas mais tarde.”

O incidente em Denver foi o maior ataque a tiros nos EUA desde 2007, quando o estudante Seung-Hui Cho matou 32 pessoas no campus da faculdade de Virginia Tech, antes de se matar. O cinema em Aurora fica a 32 quilômetros da escola Columbine, onde dois estudantes mataram a tiros 13 colegas em 1999.

Armadilha na casa do suspeito

Reuters
Foto divulgada por polícia mostra suspeito de ataque a cinema de Aurora, no Colorado, EUA

No sábado, a polícia conseguiu entrar no apartamento do suspeito James Homes após uma explosão controlada pelo esquadrão anti-bombas. O imóvel estava cheio de armadilhas de explosivos. O esquadrão anti-bombas usou um robô para colocar um tubo - conhecido como 'tiro de água' - perto de um dispositivo explosivo no apartamento. O tiro de água foi então acionado para desativar o explosivo.

Fotos do apartamento, tiradas por uma câmera levada até a janela do terceiro andar, mostraram vidros com munição no chão e "coisas que se parecem com morteiros," disse o chefe de polícia de Aurora, Dan Oates.

O suspeito

James Holmes - que foi preso horas após a matança - foi identificado como ex-estudante da Escola de Medicina de Denver, da Universidade do Colorado, que abandonou o curso em junho. Ele nasceu no Estado do Tennessee em 13 de dezembro de 1987 e é morador de Aurora, a terceira cidade mais populosa do Colorado. Ela fica a cerca de 15 km do centro de Denver e a 32 km do local do massacre na escola de Columbine, que deixou 13 mortos e 24 feridos em 1999.

**Com agências internacionais

    Leia tudo sobre: auroracoloradoataque em aurorajames holmesbarack obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG