Explosão contra ônibus de turistas israelenses deixa sete mortos na Bulgária

Mais de 30 ficaram feridos; aeroporto de Burgas foi fechado e voos, desviados para a cidade de Varna; premiê israelense culpou Irã pelo ataque

iG São Paulo | - Atualizada às

Ao menos sete pessoas foram mortas e 32 ficaram feridas em um atentado contra turistas israelenses no aeroporto de Burgas, no Mar Negro, a cerca de 400 km da capital Sofia.

França:  Homem abre fogo em escola judaica e deixa quatro mortos

AFP
Ônibus foi incendiado após explosão em Burgas

Segundo o Ministério do Interior búlgaro, as vítimas haviam chegado de um voo de Tel Aviv, por volta das 17h, e estavam sendo levadas de ônibus para um resort a cerca de 50 km do aeroporto. 

Mais de 40 pessoas estavam no ônibus atacado. Autoridades disseram que o número de mortos pode aumentar. 

Em entrevista à Rádio do Exército de Israel, uma testemunha da explosão disse que ela foi causada por um suicida na entrada do ônibus.

Outros dois ônibus que estavam perto do alvo da explosão foram danificados. 

Apesar de o ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, ter sido categórico ao afimar que “claramente” se trata de um ataque terrorista, a chancelaria de Israel foi cautelosa ao classificar a explosão. “Não sabemos se foi um ataque terrorista. Sabemos que foi uma explosão”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Paul Hirschson.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, culpou o Irã pelo ataque e prometeu dura resposta. "Todos os sinais levam ao Irã", ele disse, segundo comunicado de seu gabinete. Netanyahu disse ainda que seu país responderia "com força ao terror iraniano."

O aeroporto de Burgas foi fechado e os voos que chegariam ao local foram desviados para a cidade de Varna. A polícia búlgara está investigando o caso.

Em janeiro, o governo de Israel teria pedido às autoridades búlgaras para aumentar a segurança para turistas israelenses que viajavam de ônibus. O pedido teria ocorrido depois de um pacote suspeito ter sido encontrado em um ônibus que levava turistas israelenses da Turquia para a Bulgária.

*Com Reuters, BBC e AFP

    Leia tudo sobre: israelbulgáriaisraelensesburgasmar negro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG