Vaticano prende suspeito de vazar documentos confidenciais

Porta-voz não confirmou informação da agência Ansa de que homem preso era 'ajudante de quarto' de Bento 16

iG São Paulo |

O Vaticano anunciou nesta sexta-feira a prisão de um homem suspeito de envolvimento em um escândalo de vazamento de documentos secretos . A agência Ansa afirmou que o suspeito é Paolo Gabriele, “ajudante de quarto” do papa Bento 16, uma informação não confirmada oficialmente.

Leia também: Porta-voz denuncia vazamento de documentos do Vaticano

AP
Bispo usa tablet para tirar foto do papa Bento 16 durante assembleia no Vaticano (24/05)

O porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, se recusou a dar detalhes sobre o suspeito, informando apenas não se tratar de um padre. Ele estaria em posse de documentos confidenciais.

O Vaticano está no centro de um escândalo envolvendo o vazamento de documentos para a mídia italiana, alguns deles cartas pessoais para o papa Bento 16.

Alguns documentos envolviam acusações de corrupção, mau gerenciamento e nepotismo, além de desacordos internos sobre o gerenciamento do Banco do Vaticano.

O papa, que disse estar chocado e entristecido com os vazamentos, exigiu diversas investigações, incluindo uma comandada pela polícia do Vaticano e outra por uma comissão de cardeais.

O presidente do Banco do Vaticano, Ettore Gotti Tedeschi, foi destituído pelo conselho da instituição na quinta-feira.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: vaticanopapabento 16igreja católicavazamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG