Motorista pode realizar o serviço pela internet e receber CNH pelo correio ou, se preferir, buscar em uma unidade do Detran

Pela emissão do documento e o envio por correio, o condutor precisará pagar taxa de R$ 49,86
Divulgação/Detran
Pela emissão do documento e o envio por correio, o condutor precisará pagar taxa de R$ 49,86

Muitos motoristas ainda não sabem, mas, em caso de furto ou perda da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), é possível pedir uma 2ª via sem sair de casa. Em vez de ir a uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), o motorista pode realizar o serviço pela internet e receber a carteira por correspondência.

Para isso, o condutor precisa ter uma habilitação com foto dentro do prazo de validade e estar em situação regular. Ao acessar o site do Detran-SP ( clique aqui ), é preciso criar um cadastro e fazer o login. Se o motorista ainda não o tiver, basta preencher os campos pedidos e informar os dados pessoais até a finalização do registro. Se já for cadastrado, é necessário somente colocar o número do CPF e a senha e clicar no item "Acesse os Serviços Online", depois em "2ª via da CNH" e, por fim, "Faça pela internet".

A partir daí, deve-se preencher os dados pedidos e o código de segurança. O motorista será encaminhado para uma página na qual é informado o valor que precisa ser pago pelo serviço. Pela emissão do documento e o envio por correspondência, o condutor precisará pagar uma taxa de R$ 49,86. Para realizar o pagamento, é preciso ir até uma agência de rede bancária conveniada (Banco do Brasil, Santander, Bradesco ou HSBC). Se preferir buscar a carteira em alguma unidade do Detran-SP – Aricanduva, Armênia ou Interlagos –, o valor é menor: R$ 38,86.

Se o próprio motorista for até o local, deve levar a carteira de habilitação, o protocolo e um comprovante de endereço em seu nome (emitido, no máximo, três meses antes). Em caso de furto ou perda da CNH, deve-se apresentar o boletim de ocorrência ou declaração de perda.

Se a carteira tiver sido recolhida por vencimento, deve-se ter a guia de apreensão. Um parente próximo – cônjuge, pais, filhos ou irmãos – também pode se apresentar no lugar do condutor para pegar o documento. Para isso, basta levar o protocolo, o RG e um comprovante de parentesco original.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.