Volta às aulas na rede pública começa nesta quarta-feira

Em São Paulo, 4,2 milhões de alunos de escolas estaduais retomam aulas. Rio recomeça na segunda-feira

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

Quatro e meia da madrugada e Danielle Cota de Jesus, 15 anos, já estava de pé. Para ela e outros 4,2 milhões de estudantes da rede estadual de São Paulo esta quarta-feira marcou o reinício das aulas. Em todo o País, escolas particulares retomaram os trabalhos ao longo desta semana e a maior parte das públicas se prepara para o início do ano letivo a partir da próxima segunda-feira.

CET de São Paulo inicia operação volta às aulas

Para o primeiro dia de aula em 2012, Danielle combinou com os amigos de chegar à escola estadual Fernão Dias Paes, em Pinheiros, zona oeste da capital paulista, às 6h30. Como mora em outro município, Taboão da Serra, e queria ter tempo para se arrumar, madrugou. Ainda sem luz do dia, já estava no local. E com ela, centenas de adolescentes. “A gente quer saber em que sala caiu, se tem professor novo, colega novo. Dá uma ansiedade”, explica.

Apenas nesta unidade há 1.900 alunos de ciclo 2 do fundamental (6º ao 9º ano) e ensino médio. A maior parte vem de bairros distantes para a unidade considerada uma boa escola. “Minha mãe achou melhor eu estudar aqui”, conta Danielle, ao lado de Tainá Akyoshi Santana, de 16 anos, e Moab Lincoln Ramos de Araújo, 16 anos, que também veem de Taboão da Serra.

Para um grupo de meninos de 14 anos que vai começar o ensino médio, chegar com o dia escuro pareceu um bom sinal. “Até o ano passado, a gente tinha aula a tarde e a hora não passava. Parecia que a gente estava o dia inteiro na escola. De manhã, apesar do sono, vai render”, diz Vinicius Rossini.

Eles se preocupam com o número maior de matérias. “Acho que vai ter mais para estudar”, comenta Lucas Santana. Nenhum deles, ouviu falar nas novas diretrizes para o ensino médio aprovadas pelo governo federal na véspera ou nas mudanças na Secretaria Estadual de São Paulo. Quando pensam em melhora na qualidade, vão ao básico: “Acho que não podia ter aula vaga, em geral a gente tem umas três por semana”, comenta Murilo Souza Araújo, outro integrante do grupo da mesma idade.

Monica Alves
Estudantes antes do início das aulas na escola estadual Fernão Dias Paes, em São Paulo

Por enquanto, a preocupação maior é socializar. Cada amigo que localiza outro grita de longe e dá calorosos abraços de saudade. Rebeca Nieves, 14 anos, que se transferiu este ano, era das poucas sentadas sozinhas. Ela lia “A menina que roubava livros”. “Espero que o ano que vem eu também possa fazer festa com os amigos.”

Outras redes
As crianças do 1º ciclo do fundamental (1º ao 5º ano) da rede pública voltam às aulas na segunda-feira, quando serão reabertas as escolas municipais.

No Rio de Janeiro, a previsão de retorno para a rede estadual é a próxima semana, e na capital as aulas começam dia 13. Entre as particulares, muitas já voltaram esta semana ou adotam o sistema de receber cada ciclo em dias diferentes para as boas-vindas.

Em muitos Estados, a volta às aulas foi atrasada por conta do encerramento tardio do ano letivo de 2011 por conta de greves. Santa Catarina, por exemplo, tem a retomada agendada para o dia 14, apenas quatro dias antes do Carnaval. Já no Ceará e em Minas Gerais, os calendários serão fracionados em vários grupos conforme tenham encerrado o ano anterior.

    Leia tudo sobre: volta as aulasrede públicaescolas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG