Vídeos com aulas de americano são vistos 200 mil vezes em português

Sucesso mundial, Khan Academy em português chega a quase 700 aulas traduzidas. Autor não aparece

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

Um tio bom de matemática ajudando a sobrinha. Foi assim que começou o que se tornou o maior sucesso de audiência de aulas pela internet, a Khan Academy , ambiente no youtube com 2.800 vídeos já vistos mais de 125 milhões de vezes. Agora, uma versão em português está sendo construída. Com a maioria das 693 aulas postadas entre dezembro e fevereiro tem, por enquanto, 200 mil visualizações.

Reprodução
Aula de divisão da Khan Academy já traduzida para o português
Quem dá as aulas é o americano com ascendência indiana Salman Khan, de 35 anos, que não é professor e nunca ensinou em uma escola comum. Nos vídeos, ele não aparece e usa apenas um programa que simula canetas coloridas em uma lousa preta.

Os primeiros vídeos foram gravados em 2004 para uma sobrinha que estava com dificuldades em matemática. Depois de algumas conversas, ele concluiu que a melhor forma seria explicar no horário que ele pudesse e ela assistiria quando quisesse. Outros familiares começaram a assistir e, logo, a conta aberta no youtube começou a receber estranhos que agradeciam a aula grátis.

Em 2009, já com milhões de acessos por ano, o engenheiro formado pelo Massachussetts Institute of Tecnology largou o emprego para se dedicar exclusivamente às aulas. No ano passado, escolas americanas começaram a incentivar o uso dos vídeos e introduziram um sistema de acompanhamento dos resultados.

Em janeiro, a ideia foi trazida ao Brasil pela Fundação Lemann , em parceria com o Instituto Natura e o Instituto Península. O projeto levará a ferramenta Khan Academy para escolas públicas brasileiras. Inicialmente, será um projeto piloto em seis turmas de 5º ano (antiga 4ª série) de escolas municipais de São Paulo. No segundo semestre, a experiência deve ser levada a mais 15 escolas, totalizando 1000 alunos beneficiados.

A instituição acelerou a tradução dos vídeos que hoje são de aritmética, biologia, química e física para o português. Em maio de 2011, quando os primeiros voluntários iniciaram as traduções, a versão em português surgiu com cinco aulas, no mês seguinte foram quatro e em julho 15. Em dezembro, mais de 200 vídeos foram traduzidos e a Lemann traduziu outros 95 em 2012.

A simplicidade é o que mais chama atenção nos vídeos. A maioria dos comentários elogia, mas alguns questionam se há diferença para uma aula tradicional e afirmam que os métodos são antiquados. Para avaliar, é necessário esperar o resultado das escolas que participarão do projeto piloto ou testar no site da Khan Academy em português.

Experimente aqui: Khan Academy em português

    Leia tudo sobre: khan academyvídeo aulaaula online

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG