Prova da primeira fase da Fuvest 2015 foi mais exigente, avaliam cursinhos

Por Natália Eiras , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar de questões de exatas terem sido as mais complicadas, dificuldade das de português impressionou professores; lista de aprovados sai no dia 22 de dezembro

A prova da primeira fase da Fuvest 2015 foi muito bem elaborada, mas não facilitou para os candidatos, de acordo com coordenadores de dois cursinhos ouvidos pelo iG. O processo seletivo foi mais exigente neste ano do que no anterior. O exame foi aplicado neste domingo (30) em 119 locais de prova e contava com 90 questões abrangendo as disciplinas biologia, física, geografia, história, inglês, língua portuguesa, matemática e química.

Confira o gabarito oficial da Fuvest 2015

“Foi uma prova que não entregou questões de graça. Os alunos tiveram que batalhar bastante, perder um pouco de tempo para resolver”, avalia Marcelo Dias Carvalho, coordenador do cursinho Etapa. As questões de matemática, física e química foram, de acordo com o profissional, as mais complicadas. “Exigiu um conhecimento mais conceitual mesmo, nenhum pouco superficial”.

Cerca de 141 mil candidatos fizeram a Fuvest 2015 neste domingo (30). Foto: Fotos PúblicasCerca de 141 mil candidatos fizeram a Fuvest 2015 neste domingo (30). Foto: Fotos PúblicasCerca de 141 mil candidatos fizeram a Fuvest 2015 neste domingo (30). Foto: Fotos Públicas142 mil candidatos fazem prova da 1ª fase da Fuvest neste domingo (30). Foto: Igor do Vale/Futura PressPrimeira fase da Fuvest seleciona alunos para a Universidade de São Paulo (USP) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Foto: Igor do Vale/Futura PressOs candidatos tem cinco horas para responder a 90 questões de múltipla escolha com conteúdos de disciplinas de ensino médio. Foto: Igor do Vale/Futura PressNo Centro Universitário de Franca, em Franca, um dos locais de prova do vestibular, alunos tiveram que enfrentar uma intensa chuva que caiu na região no final da manhã deste domingo (30). Foto: Igor do Vale/Futura PressNessa edição da Fuvest, estão inscritos 141,8 mil estudantes para concorrer a 11.057 vagas da USP e 120 vagas da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Foto: Igor do Vale/Futura PressMedicina na USP é o curso mais concorrido, com 55 candidatos por vaga. Em segundo lugar, aparece o curso de medicina em Ribeirão Preto, com 50,51 candidatos por vaga. Foto: Igor do Vale/Futura Press

“Tudo foi cobrado, tirando algorítmo e polinômios”, observa Prof. Luis Ricardo Arruda, coordenador do Anglo Vestibulares. Ele pontua que os alunos que estudaram apenas conteúdos cobrados nos anos anteriores podem ter se dado mal. “Sistemas lineares não têm caído, mas agora caiu”.

No entanto, as questões de língua portuguesa e literatura foram a grande surpresa da primeira fase da Fuvest 2015. Os cursinhos afirmam que as perguntas foram mais difíceis do que é visto normalmente no processo seletivo. “A prova exigiu um vocabulário mais elaborado, o que não era pedido nos anos anteriores”, cita Carvalho. “A Fuvest pede 9 livros obrigatórios. Normalmente caem 4 ou 5 títulos. Neste ano, teve pergunta sobre todos os 9”, completa Arruda.

O vestibulando Fabrício Cannini, que prestou a prova pela segundo ano consecutivo e concorre a uma vaga no curso de Matemática, concorda com o professor. “Não dava para fazer a prova sem ter lido os livros”, observa o candidato. “Tinha duas questões que chegavam a relacionar ‘O Cortiço’ e ‘Capitães de Areia’, por exemplo”.

De acordo de Marcelo Dias Carvalhos, houve uma diminuição nas perguntas interdisciplinares. “Foi mais fraca. Aparecia com uma matéria principal e com outra secundária”. Luis Ricardo Arruda, porém, acha que o nível delas foi o mesmo. “A diferença é que as questões eram separadas em uma seção específica e, neste ano, apareceram diluídas pela prova”.

No balanço geral, o exame foi considerado muito bem elaborado. “Não houve perguntas polêmicas ou que deixassem dúvidas”, opina Carvalho. Nem mesmo a elevada da dificuldade foi motivo de crítica. “A USP é uma das instituições mais bem conceituadas do Brasil, então é preciso ter um maior filtro”, arremata Arruda.

A lista de aprovados da primeira fase será divulgado no dia 22 de dezembro. A segunda fase da Fuvest 2015 acontece nos dias 4, 5 e 6 de janeiro.

Leia tudo sobre: vestibularfuvest 2015uspfuvest

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas