Fuvest e Unicamp mantêm livros para o próximo vestibular

Veja infográfico com resumo das obras e perfil dos autores das nove leituras obrigatórias

iG São Paulo | 02/02/2011 12:13

Compartilhar:

As leituras obrigatórias para vestibulandos que vão concorrer a uma vaga na Universidade de São Paulo (USP) e na Universidade Estadual de Campimas (Unicamp) em 2012 segue igual à do último vestibular. São nove obras de diferentes períodos da literatura brasileira e portuguesa: Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente; Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida; Iracema, de José de Alencar; Dom Casmurro, de Machado de Assis; O Cortiço, de Aluísio Azevedo; A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós; Vidas Secas, de Graciliano Ramos; Capitães da Areia, de Jorge Amado; e a Antologia Poética (com base na 2ª ed. aumentada) de Vinícius de Moraes.

Segundo o manual do candidato do último vestibular, o vestibulando deve demonstrar "conhecimento das obras representativas dos diferentes períodos das literaturas brasileira e portuguesa. O conhecimento desse repertório implica a capacidade de analisar e interpretar os textos, reconhecendo seus diferentes gêneros e modalidades, bem como seus elementos de composição, tanto aqueles próprios da prosa quanto os da poesia. Implica também a capacidade de relacionar os textos com o conjunto da obra em que se insere, com outros textos e com seus contexto histórico e cultural."

Veja abaixo a biblioteca que o iG preparou com resumo das obras e informações sobre os autores.

As fichas de leitura foram elaboradas com a ajuda dos professores do Cursinho da Poli, de São Paulo. Além disso, o iG e entrevistou escritores, professores mestres e doutores que estudam e pesquisam os autores e as obras exigidas pelos dois vestibulares. As análises dos especialistas vão além do resumo da obra, mas ajudam os leitores a entenderem o contexto histórico e literário dos textos e apresentam dicas que ajudarão na compreensão dos livros.

Leia as análises:

- “Auto da Barca do Inferno”, uma peça com quase 500 anos
- “Memórias de um Sargento de Milícias”, uma crônica do Rio
- “Iracema”, o romance indianista de José de Alencar
- “Dom Casmurro”, o enigma nunca desvendado de Machado de Assis
- “O Cortiço”, um retrato da vida urbana no fim do século 19
- “A Cidade e as Serras”, o romance póstumo de Eça de Queirós
- “Vidas Secas”, o sertão brasileiro na ótica de Graciliano Ramos
- “Capitães da Areia”, a narrativa pela ótica de meninos de rua
- “Antologia Poética”, as três fases de Vinicius de Moraes

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo