Movimento imigratório para o Brasil é tema da redação do Enem

Ministério da Educação divulgou o assunto abordado na prova via Twitter uma hora após início da prova

iG São Paulo |

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é “Movimento imigratório para o Brasil no século 21”, segundo divulgou o Ministério da Educação pela rede social Twitter uma hora após o início da prova neste domingo.

Especial: Acompanhe a cobertura completa do Enem

Para não ser eliminado da prova, os candidatos tiveram que escrever um texto que respeite os direitos humanos e apresente uma proposta de intervenção na sociedade. Além da redação, a prova de domingo tem 90 questões de linguagens e matemática.

Correção: Saiba como as redações serão avaliadas

A candidata Gabriela Alcântara, de 17 anos, que realizou a prova na zona oeste de São Paulo, achou o tema complicado, mas avaliou que os textos de apoio ajudaram bastante. “Na hora fiquei louca, preocupada, pois este tema foi totalmente inesperado para mim”, disse ao sair da prova.

Expectativa: Respeitar direitos humanos e dar solução a problema são preocupações

Os textos de apoio abordaram a questão da imigração ao Brasil de bolivianos e haitianos. Gabriela, em sua redação, explorou mais a questão dos haitianos. “Eles vivem em condições sub-humanas, a proposta que dei para solucionar o problema deles foi a de criar uma união de países desenvolvidos para ajudar os países mais pobres e fazer um investimento maior em educação”, disse.

Irregularidades no 1º dia: 37 candidatos do Enem são desclassificados por postar fotos

Avaliação da prova: Questões com “pegadinhas” marcam primeiro dia do Enem

undefined
undefined
undefined

Diferentemente de Gabriela, Edson Santos de Lima, de 43 anos, abordou os bolivianos em sua dissertação. “É uma realidade mais próxima da gente que mora em São Paulo”, disse o estudante de gestão desportiva, da Faculdade Drummond, que busca bolsa pelo Prouni. O morador do bairro Tucuruvi afirmou ser complicado ter que respeitar os direitos humanos na prova. “Isso é muito subjetivo. O que de fato são direitos humanos?”, indagou. Ao apresentar uma solução para um problema social, o candidato preferiu fazer uma crítica: “Como o Brasil vai solucionar o problema dos imigrantes bolivianos e haitianos se os próprios brasileiros sofrem com isso no exterior?”, provocou.

Prestando Enem na condição de treineira, a estudante Giovanna Victorio, de 16 anos,sentiu dificuldade na redação. “É um tema que não estudei, tive que me basear somente nos dois textos que li”, disse. Ela afirmou ter respeitado os direitos humanos, mas não conseguiu apresentar uma solução à problemática das imigrações no Brasil.

Fotos do sábado: veja imagens de candidatos no primeiro dia de provas

Abaixo, as fotos de domingo:

    Leia tudo sobre: Enemredaçãoprovas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG