54% dos inscritos no Enem são negros ou indígenas

Proporção é próxima à da população brasileira em geral, que é de 51%

Agência Estado |

Agência Estado

Na primeira edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) após a aprovação da Lei de Cotas, 54% dos inscritos são pretos, pardos e indígenas, proporção próxima à da população brasileira em geral, que é de 51%. As inscrições para o exame, no entanto, foram realizadas antes da promulgação da lei.

Pré-Enem:  Estados criam e aperfeiçoam programas de preparação para o Enem

O Enem ocorre no próximo fim de semana, nos dias 3 e 4 de novembro, com 5.791.290 inscritos. Dentre estes inscritos, cerca de 1,5 milhão finalizou ensino médio neste ano. Deste grupo específico, 80% (mais de 1,2 milhão) dos estudantes vêm da rede pública de ensino e poderão se beneficiar da reserva de vagas que a nova lei garante.

Processo Seletivo: Nota do Enem será usada por mais de cem instituições

No próximo ano, 12,5% das vagas nas universidades federais serão ocupadas por alunos advindos das escolas públicas. As instituições de ensino superior ainda terão que respeitar critérios econômicos e raciais para a distribuição das vagas.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Leia tudo sobre: EnemEnsino MédioVestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG