Sisu altera calendário de matrículas por precaução

Greve de funcionários administrativos nas universidades federais pode atrapalhar o processo de matrículas. Mais de meio milhão estão na disputa por 30 mil vagas em públicas

iG São Paulo | - Atualizada às

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) encerra às 23h59 desta sexta-feira (22) as inscrições para as 30.548 vagas em 56 universidades públicas e institutos federais de educação profissional. O resultado da primeira chamada será divulgado na segunda-feira (25) e os alunos selecionados ganharam mais cinco dias para fazer a matrícula, que deverá ocorrer no período de 29 de junho a 9 de julho.

O Ministério da Educação (MEC) ampliou o período de matrículas de dois para sete dias úteis, em uma “medida é preventiva”. “Esta é mais uma precaução do ministério para permitir que todos os estudantes aprovados no Sisu possam fazer sua matrícula sem nenhum problema. Com ela nós garantimos o cronograma de matrícula dos estudantes nas instituições, sem qualquer alteração no calendário letivo do segundo semestre de 2012”, afirma o secretário de educação superior do MEC, Amaro Lins.

As universidades federais enfrentam greve de professores e funcionários administrativos , que são responsáveis pelo processo de matrícula dos estudantes. O processo seletivo inclui 23.379 vagas em 21 universidades federais e 6.343 vagas em 27 institutos federais, que podem enfrentar problemas na matrícula. Outras 826 vagas estão em oito instituições estaduais participantes.

Na segunda chamada, as datas também foram mudadas, mas o número de dias para fazer a matrícula permanece o mesmo. O resultado será divulgado no dia 13 de julho e as matrículas devem ocorrer nos dias 17 e 18 de julho. Estudantes não aprovados nas duas primeiras chamadas poderão declarar interesse na lista de espera entre 13 e 19 de julho. A convocação dos candidatos em lista de espera será realizada pelas instituições a partir do dia 24 de julho.

Até o meio-dia desta sexta, o Sisu registrou 585.105 estudantes inscritos, recorde para a edição de meio de ano. Como cada candidato pode optar por até dois cursos, foram registradas 1.131.767 inscrições. No mesmo período do ano anterior,  446 mil candidatos se inscreveram para disputar 26 mil vagas .

Os Estados com o maior número de inscrições recebidas são, respectivamente, Rio de Janeiro (227.560), Minas Gerais (150.513), Ceará (143.337), Maranhão (95.132) e Bahia (83.539).

Os Estados com mais vagas são : Rio de Janeiro (7.495), Minas Gerais (4.112), Paraná (3.394), Ceará (3.154) e Maranhão (2.708). O curso com maior oferta é Administração , com 1.019. O sistema foi criado pelo Ministério da Educação em 2009 para unificar a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

* Com informações do Portal MEC

    Leia tudo sobre: Sistema de Seleção UnificadaSisuEnem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG