Capes vai financiar pesquisas e intercâmbio com a Holanda

Editais abertos oferecem recursos para pesquisas em conjunto e bolsas para graduação dentro do Ciência sem Fronteiras

iG Brasília |

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) abriu dois editais para fomentar pesquisas e bolsas de estudo na Holanda. O primeiro é o programa Branetec, que faz parte do Ciência sem Fronteiras , cujas inscrições podem ser feitas até 20 de março por estudantes de graduação interessados em fazer estudos acadêmicos conjuntos.

Serão aceitas propostas nas áreas de Engenharias; Ciências Exatas e da Terra: Física, Química, Biologia e Geociências; Ciências Biomédicas e da Saúde; Computação e tecnologias da informação; Tecnologia Aeroespacial; Fármacos; Produção Agrícola Sustentável; Petróleo, Gás e Carvão Mineral; Energias Renováveis; Tecnologia Mineral; Biotecnologia; Nanotecnologia e Novos materiais; Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais; Biodiversidade e Bioprospecção; Ciências do Mar; Indústria criativa; Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva; Formação de Tecnólogos.

O programa seleciona projetos conjuntos de pesquisa em todas as áreas do conhecimento, com especial foco nas áreas de Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências Médicas (Ciências da Saúde), Ciências Agrícolas, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e Artes, com vistas ao intercâmbio científico entre Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil e da Holanda, visando à formação de recursos humanos de alto nível nos dois países.

O outro programa, chamado de Nuffic, vai financiar propostas de pesquisas na pós-graduação. A proposta dos interessados deverá estar vinculada a um programa de pós-graduação avaliado pela Capes; contemplar a formação e intercâmbio de pós-graduandos e o aperfeiçoamento de docentes e pesquisadores vinculados aos referidos programas; ter caráter inovador; prever a publicação conjunta de artigos científicos e ter como meta o desenvolvimento científico e tecnológico dos grupos de pesquisa envolvidos; e ser apresentada por coordenador de equipe, detentor do título de doutor obtido há pelo menos cinco anos.

Além disso, a equipe proponente deverá contar com, no mínimo, dois docentes doutores vinculados a um programa de pós-graduação, além do coordenador. O financiamento poderá ser de dois anos, podendo ser prorrogada por igual período, mediante pedido de renovação. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 20 de março.

A seleção das propostas consistirá em quatro fases, sendo elas verificação da consistência documental; análise do mérito técnico-científico; priorização das propostas pré-aprovadas e reunião mista entre a Capes e a Organização Neerlandesa para a Cooperação Internacional em Educação Superior (Nuffic), ou de seu representante, para decisão final.

Mais informações pelos e-mails nuffic@capes.gov.br e callforproposals@nesobrazil.org.

    Leia tudo sobre: ciência sem fronteirasintercâmbio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG